Fernando Torres poderá estar prestes a aceitar seu primeiro desafio fora do futebol europeu. Os time mexicano do Cruz Azul, orientado por Paco Jémez, figura como provável destino para “El Niño”.

Foto: "AFP PHOTO/ CESAR MANSO"

Foto: “AFP PHOTO/ CESAR MANSO”

Os mexicanos do Cruz Azul estão no mercado com a intenção de reforçar o elenco para o Apertura 2017, competição que se disputa na primeira metade da temporada do futebol mexicano. Com o iníci da prova agendado para 21 de julho, o emblema “azteca” procura garantir um “reforço de peso” para a temporada que se avizinha. Na noite de sexta-feira, a imprensa mexicana revelou que o grande objetivo do time treinado pelo espanhol Paco Jémez corresponde à contratação de Fernando Torres, atacante que cumpre sua segunda passagem pelo Atlético de Madrid.

A informação de que o Cruz Azul estará fortemente interessado em garantir o concurso de Fernando Torres foi avançada por Israel Hernández no programa “Deportes en Claro”, afiançando que o time avançará com uma proposta formal junto do atleta. A mesma fonte refere que os responsáveis do Cruz Azul viajarão até Espanha na próxima semana para negociar diretamente com o jogador, propondo um contrato milionário – não foram revelados valores – e a garantia de titularidade, algo que seria bom visto por “El Niño”, pouco utilizado por Diego Simeone em Madrid. Em Espanha, a notícia do jornal “Marca” que cita o “Deportes en Claro” escreve que Paco Jémez terá dito à diretoria do clube que as caraterísticas de Fernando Torres se ajustam na perfeição para a disputa da Liga MX. No Clausura 2017, já sob orientação de Paco Jémez, o Cruz Azul não foi capaz de se classificar para o “play-off” de apuramento do campeão, terminando na 11ª posição.

Fernando Torres até vê com bons olhos a possibilidade de renovar contrato com o Atlético de Madrid, mas a diretoria não terá formalizado uma proposta nesse sentido. O apelo mexicano poderá seduzir Fernando Torres, atleta que pode se gabar de ter no seu curriculum dois grandes títulos de seleções – Copa do Mundo 2010 e Eurocopa 2012 – e de ter vencido os dois principais troféus de clubes à escala europeia – Liga dos Campeões (2012) e Liga Europa (2013).

Na temporada que agora finda, Fernando Torres participou em 45 jogos (31 na Liga Espanhola, nove na Liga dos Campeões e cinco na Copa del Rey) num total 2 197 minutos, marcando dez gols e rubricando sete assistências. Depois de Atlético, Liverpool, Chelsea e AC Milan, o Cruz Azul poderá ser o próximo emblema na carreira de “El Niño”.

Boas Apostas!