James Rodríguez vai mesmo vestir de vermelho na temporada 2016/17, mas não para representar o Manchester United, frequentemente apontado como destino mais provável do colombiano. O Bayern de Munique se chegou à frente e garantiu o concurso do jogador. A oficialização do acordo é o principal destaque no mercado futebolístico desta terça-feira.

De Madrid para Munique. James Rodríguez já é jogador do Bayern de Munique, atual campeão alemão. O internacional pela seleção colombiana chega à Alemanha por empréstimo do Real Madrid, assinando um acordo válido por duas temporadas, ficando o clube alemão com opção de adquirir o passe do jogador a título definitivo findo o período de empréstimo.

Chegada de Dani Ceballos e o desejo de sair

Foto: "Getty Images"

Foto: “Getty Images”

James Rodríguez estava no Real Madrid desde 2014, clube ao qual tinha chegado proveniente do Mónaco após se destacar ao serviço da Colômbia durante o Mundial 2014, disputado no Brasil. Pouco utilizado pelo técnico Zinedine Zidane durante a última temporada, James Rodríguez já teria apresentado à diretoria sua intenção de deixar o clube para abraçar um novo desafio onde pudesse ter minutos de jogo. De imediato se falou na possibilidade de ir para o futebol inglês para representar o Manchester United, porém, a hipótese acabou por cair. Com a aquisição de Dani Ceballos por parte do Real Madrid, entretanto confirmada, ficava claro que o elenco teria que ser encurtado e a saída de James Rodríguez acabou por se confirmar.

O jogador que levou o Real Madrid a investir 80 milhões de euros na sua aquisição já está na Alemanha para cumprir os habituais exames médicos e o próprio Bayern de Munique já anunciou que a negociação está praticamente fechada, faltando o cumprimento dos habituais exames médicos para que o acordo fique cerrado. No que diz respeito à questão salarial, a imprensa internacional fala em uma verba a rondar os seis milhões de euros anuais. Depois de Portugal, França e Espanha, James Rodríguez vai atuar na Alemanha.

Reencontro com Ancelotti

Um fator que James Rodríguez poderá ter tido em conta na hora da decisão está associado à presença de Carlo Ancelotti no Bayern de Munique. O técnico italiano, sucessor de Pep Guardiola no comando do clube bávaro, orientou James Rodríguez na primeira temporada do colombiano em Madrid. O colombiano preenche, assim, uma das necessidades do clube de Munique para esse mercado: um meia com caraterísticas ofensivas, sendo que James tem versatilidade suficiente para atuar tanto por um flanco como pelo centro do terreno. A chegada de James Rodríguez poderá implicar a cedência de Renato Sanches, jovem meia português que precisa de minutos, tal como os responsáveis do campeão alemão já admitiram.

No seu site oficial, o Bayern de Munique escreveu que James Rodríguez era “o maior desejo de Carlo Ancelotti” para essa janela de transferências europeia.

Boas Apostas!