Pela primeira vez na atual temporada, o Inter de Milão é líder do campeonato italiano sem ser à condição. Do outro lado da barricada da cidade de Milão, o AC Milan empatou a um gol na deslocação ao reduto do Benevento, permitindo ao time local e atual “lanterna vermelha” conquistar o primeiro ponto nessa Série A 2017/18.

Foto: "Emilio Andreoli/GettyImages"

Foto: “Emilio Andreoli/GettyImages”

Inter líder. Não acontecia há quase dois anos, mais concretamente desde janeiro de 2016, mas o time “nerazzurro” treinado por Luciano Spalletti assumiu nesse domingo a liderança da pauta classificativa da Série A 2017/18 após golear o Chievo Verona por cinco bolas a zero. Depois de ter visto a Juventus impor a primeira derrota da temporada ao Nápoles em pleno San Paolo graças a um gol de Gonzalo Higuaín, “persona non grata” no templo que outrora foi de Diego Armando Maradona, o Inter de Milão não se fez rogado e não desperdiçou a oportunidade de passar para a liderança.

A goleada do time treinado por Luciano Spalletti começou a ganhar forma loco aos 23 minutos, altura em que Ivan Perisic, aquela que viria a ser a estrela maior da partida com três gols apontados, fez o primeiro da tarde e da conta pessoal. A vantagem foi dilatada por Mauro Icardi ainda antes do intervalo, dando maior tranquilidade ao Inter para o segundo tempo. Ivan Perisic fez o segundo gol antes da hora de jogo, o zagueiro eslovaco Milan Skriniar aumentou para 4-0 e no tempo de compensação, já com o brasileiro Dalbert no gramado, Ivan Perisic completou uma exibição de luxo ao fazer o terceiro gol da conta pessoal, o quinto do Inter em uma partida ganha sem margem para duvidas que permitiu “voar” para a liderança. O time de Spalletti está no topo da tabela com um ponto de vantagem em relação ao Nápoles.

Tudo acontece a este AC Milan

À 15ª foi de vez. Contra todas as probabilidades, foi diante do AC Milan que o recém-promovido e “lanterna vermelha” Benevento conquistou o primeiro ponto nessa ano de estreia na Série A 2017/18, alcançando um empate a dois gols conquistado de forma épica. Com Gattuso a comandar as tropas após a demissão de Vincenzo Montella (consumada no início da semana passada), o AC Milan passou para a frente com um gol de Giacomo Bonaventura ainda antes do intervalo. O empate do time local surgiu no início da segunda etapa, aos cinco minutos, gol de George Puscas, herói da subida à Série A na época passada. Os milaneses ainda reassumiriam a liderança do marcador aos 12 da segunda etapa graças a um tento de Nikola Kalinic, muito assobiado pelos torcedores no fim-de-semana passada, mas viria a sofrer o empate em um autêntico “golpe de teatro” que enfatiza esse momento histórico para o Benevento. Já no tempo de compensação, quando o AC Milan jogava com dez devido à expulsão de Romagnoli, o goleiro Alberto Brignoli subiu na área do AC Milan e cabeceou para o 2-2 final, deixando os torcedores do time local em apoteose pela iminência de conquistar o primeiro ponto nessa primeira experiência entre a elite.

Boas apostas!