Novo desafio à vista para Sime Vrsaljko, lateral que foi uma das peças basilares da seleção croata que se sagrou vice-campeã do mundo na Rússia, em junho desse ano. Segundo a imprensa italiana, Vrsaljko se prepara para vestir a camisa da Inter.

Foto: "Getty Images"

Foto: “Getty Images”

Produto da base do Dínamo Zagreb, Sime Vrsaljko se prepara para retornar ao primeiro “campeonato de topo” no qual militou: o italiano. O lateral de 26 anos que no final da temporada 2012/13 deixou o emblema da capital croata rumou ao Genoa na altura, representando o Sassuolo nas duas épocas seguintes, antes de chegar a acordo com o Atlético de Madrid.

No emblema da capital espanhola, nunca foi um dos indiscutíveis para Diego Simeone, mas conseguiu sempre jogar com alguma regularidade, cumprindo pelo menos 25 jogos em cada uma das duas épocas (2016/17 e 2017/18) nas quais esteve ao serviço do emblema “Colchonero”.

Na Copa do Mundo se afirmou como um dos pilares da equipe comandada por Zlatko Dalic, falhando somente o confronto com a Islândia, na terceira rodada da fase de grupos, altura em que os “Vatreni” já se encontravam classificados para a fase seguinte da competição.

Cedência com opção de compra

Segundo a “Sky Sports”, Sime Vrsaljko chegará a Milão ao abrigo de um empréstimo válido por uma temporada que obrigará o time que veste de azul e negro a desembolsar uma quantia a rondar os 6,5 milhões de euros de imediato. Para além disso, os “nerazzurri” ficarão com uma opção de compra estipulada em 17,5 milhões de euros, passível de acionar no final dessa época 2018/19.

Vrsaljko ingressa na Inter para preencher uma vaga deixada por um outro jogador nesse mesmo mercado. O jovem português João Cancelo estava no emblema italiano por empréstimo do Valência e foi vendido à Juventus nesse mesmo defeso.

Inter se reforça bem

O time italiano tem estado particularmente ativo nessa edição da janela de transferências e Sime Vrsaljko não corresponde ao primeiro investimento da diretoria milanesa. Luciano Spalletti quer melhorar o desempenho da edição anterior e, já que mais não seja, chegar na Liga dos Campeões, pelo que o reforço do elenco é essencial.

Radja Nainggolan, adquirido à AS Roma por 38 milhões e o promissor atacante argentino Lautaro Martínez, resgatado ao Racing Club a troco de 16 milhões, se converteram nas principais contratações dos milaneses durante essa janela.

Para a defesa, para além de Vrsaljko (falta confirmação), a Inter fechou o zagueiro holandês Stefan de Vrij a custo zero, jogador que estava na Lazio, aproveitando também o final da ligação entre Kwadwo Asamoah e a Juve para fechar a contratação do ganês.

Em uma negociação idêntica à de Vrsaljko, o Inter investiu 5 milhões de euros na contratação de Matteo Politano ao Sassuolo, extremo direito de 24 anos. Federico Dimarco, reforço para a lateral esquerda, foi comprado ao Sion a troco de 7 milhões.

Boas Apostas!