Há nove jogos que a Inter de Milão não sabe o que é ganhar. Desde o início de dezembro que os comandados de Luciano Spalletti não têm motivos para sorrir. A série negativa foi prolongada na manhã desse domingo, frente ao recém-promovido SPAL 2013.

Luciano SpallettiTudo acontece à Inter de Milão, time que tarda em colocar um ponto final no ciclo negativo que atualmente atravessa. Após um início de temporada a roçar a perfeição em que os “tiffosi” chegaram a sonhar com a possibilidade de discutir o “scudetto”, a possibilidade de almejar o título está praticamente descartada. Caso a atual tendência se mantenha, poderá até ficar em causa o acesso à Liga dos Campeões da próxima temporada – se a AS Roma vencer a Sampdoria ao final da tarde deste domingo, igualará os 44 pontos do Inter no quarto posto.

A Inter se deslocou ao reduto do recém-promovido SPAL 2013 nessa rodada 22 do campeonato italiano. Frente ao antepenúltimo colocado da prova, a formação de Milão tinha uma ótima oportunidade para colocar um ponto final no ciclo negativo que atravessa. Após dois empates nesse início de ano civil frente à Fiorentina (1-1) e à AS Roma (1-1), a Inter não teve melhor sorte diante do SPAL 2013. O encontro teve contornos idênticos aos da recente visita a Florença…

O desafio disputado no Paolo Mazza, em Ferrara, chegou ao intervalo empatado sem gols. Durante o primeiro tempo, a Inter pouco fez para desfazer o nulo, conseguindo cumprir esse objetivo apenas no início da segunda etapa. O português João Cancelo, titular pela lateral esquerda da zaga que contou com o brasileiro Miranda, tirou um cruzamento para a área do SPAL 2013 e Francesco Vicari traiu o guardião Alex Meret, inaugurando o marcador a favor da formação visitante.

Em desvantagem no marcador, o SPAL 2013 correu atrás do prejuízo e a Inter foi excessivamente permissiva, dando aval aos constantes avanços do adversário. É aqui que o jogo disputado no Paolo Mazza coincide com o do Artemio Franchi: a Inter sofreu o gol do empate quando já se adivinhava o apito final, gol de Alberto Paloschi após assistência de Antenucci. Antes de a divisão de pontos se consumar, ainda houve tempo para Rafinha, reforço proveniente do Barcelona, estrear com a camisa da Inter.

A Inter está longe de atravessar uma boa fase, mas tem aí duas oportunidades de ouro para se recuperar e acabar com a atual fase negativa. Os milaneses se preparam para disputar dois jogos de modo consecutivo em casa: um frente ao Crotone e outro ante o Bologna, dois emblemas que estão na segunda metade da tabela classificativa.

Boas apostas!