Poucas horas depois de o Brighton ter garantido (virtualmente) o acesso à Premier League, há mais uma grande novidade no Championship. O experiente Harry Redknapp é o novo técnico do Birmingham e tem por missão evitar o rebaixamento do histórico britânico à League One, equivalente ao terceiro escalão inglês.

Foto: "Getty Images"

Foto: “Getty Images”

“Raposa velha” do futebol britânico, Harry Redknapp se prepara para abraçar um dos desafios mais exigentes da sua carreira. Fora do futebol britânico desde fevereiro de 2015, altura em que deixou os londrinos do Queens Park Rangers na sequência de uma operação ao joelho, o técnico de 70 anos chegou a orientar a seleção principal da Jordânia em duas ocasiões, trabalhando posteriormente na estrutura do Derby County como conselheiro da comissão técnica. Como treinador, iniciou sua carreira em 1983, no Bournemouth, clube que também representou como jogador. West Ham, Portsmouth (em duas ocasiões), West Ham, Southampton, Tottenham e Queens Park Rangers foram os restantes emblemas que estiveram sob a orientação do treinador natural de Londres.

Zola deixa Birmingham em situação delicada

Gianfranco Zola foi demitido do comando do Birmingham após a derrota caseira frente ao Burton Albion (0-2), em partida da rodada 43 do Championship. Na 20ª posição da tabela com 47 pontos alcançados em 43 jogos, o Birmingham está apenas três pontos acima da zona de perigo, com o Blackburn Rovers (22º) a ameaçar o emblema da segunda maior cidade da Inglaterra. A três rodadas do fim, a diretoria do clube espera que a experiência do novo técnico exerça uma influência positiva no time. O primeiro teste está marcado para o próximo domingo, na deslocação ao terreno do Aston Villa. Dos três desafios que faltam, o Birmingham só jogará em casa frente ao Huddersfield Town, disputando a derradeira jornada na casa do Bristol City. O contrato firmado por Harry Redknapp só é válido até final da temporada, porém, em declarações à imprensa inglesa, o técnico afirmou que caso consiga “segurar” o Birmingham no Championship, poderá pensar em prolongar o contrato.

A crise do Birmingham se prolonga há demasiado tempo. O time não venceu nenhum desafio nos últimos nove que disputou para o Championship, conquistando somente quatro pontos nesta sequência de partidas. Só Rotherham (4), Wigan Athletic (10) e Blackburn Rovers (10), todos em posição de relegação, possuem menos pontos que o Birmingham City (11). Na luta pela permanência está também um dos emblemas que marcam presença no “hall of fame” do futebol europeu: O Nottingham Forest, time que outrora se sentou no trono do futebol europeu sob orientação de Brian Clough.

Boas Apostas!