A temporada brasileira de 2017 está perto de ser iniciada e os clubes continuam buscando reforços para esse ano. Segundo isso, o Grêmio, atual campeão da Copa do Brasil, anunciou na última terça-feira (10) a contratação de mais um reforço para essa temporada, o lateral-direito Léo Moura.

Lateral-direito Léo Moura assinando seu contrato com o Grêmio.

Lateral-direito Léo Moura assinando seu contrato com o Grêmio.

O anúncio oficial foi dado através do site oficial da equipe gaúcha, onde o Grêmio também destacou a experiência do jogador de 38 anos. “O lateral-direito Léo Moura é o mais novo reforço do Grêmio para a temporada 2017. Experiente e multicampeão, Léo chega para dar suporte ao grupo em um ano de muitas competições, principalmente a Copa Libertadores da América”. O jogador, que tem passagem por clubes como Flamengo, São Paulo e Fluminense, chegou em Ponto Alegre na manhã da última terça-feira, quando foi para o CT Luiz Carvalho, centro de treinamento gremista, para realizar exames médicos e assinar seu contrato de um ano com a equipe gaúcha. Em entrevista realizada ainda dentro do Aeroporto Salgado Filho, Léo Moura se mostrou feliz com a oportunidade de voltar a jogar em um grande clube. “Estou muito feliz, mostra que hoje números ficam fora. Trabalhei para isso, voltar para uma equipe de ponta. Agora é fazer por onde, retribuir a confiança não só da comissão, mas do presidente e dirigentes. Não tenho palavras para expressar a minha felicidade”. Aos 38 anos de idade, o lateral-direito ainda não conquistou a Copa Libertadores, a qual disputará com o Grêmio, afirmando que ficaria muito feliz em conquistou o título com sua nova equipe. “É o título que falta para mim. Eu fui feliz no Flamengo, conquistei outros títulos, mas falta a Libertadores. Então, acredito que Deu colocou essa oportunidade na minha vida de com 38 anos quem sabe conquistar uma Libertadores com o Grêmio. Iria ser o maior presente da minha vida”.

Citando a idade do jogador, que aos 38 anos poderia não conseguir jogar em alto nível, Léo Moura citou o exemplo de outro lateral, Zé Roberto, que aos 42 anos conquistou o Campeonato Brasileiro com o Palmeiras e ainda vem jogando em grande nível. “É meu maior exemplo o Zé. […] É o cara que é exemplo, não só para mim, mas para outros. Quando o jogador se prepara e tem cuidado fora de campo, consegue jogar em alto nível. Sigo esse exemplo e espero poder chegar ao alto nível não sei se até 42, se vou até lá, mas dá para jogar muito ainda”.

O lateral Léo Moura

Léo Moura atuando pelo Santa Cruz em 2016.

Léo Moura atuando pelo Santa Cruz em 2016.

O lateral-direito Leonardo da Silva Moura ou simplesmente Léo Moura, atuou pelo Santa Cruz na temporada de 2016, onde ajudou o time a conquistar a Copa do Nordeste e Campeonato Pernambucano de 2016. Pelo Campeonato Brasileiro, o Santa Cruz não teve bom rendimento, porém Léo Moura participou de 31 das 38 rodadas, mostrando que mesmo com seus 38 anos de idade, o jogador continua com muita lenha para queimar. Seus scouts positivos durante o Campeonato Brasileiro no setor defensivo foram 6 jogos sem sofrer gol e 38 roubadas de bola, já no seto ofensivo Léo Moura ajudou com 3 gols e 3 assistências para gol.

Léo Moura iniciou sua carreira no futebol nas categorias de base do Linhares Esporte Clube no Espírito Santo, transferindo-se para a base do Botafogo depois de fazer um teste no Flamengo e ser rejeitado. Mesmo na base do Botafogo, Léo Moura atuou no meio-campo ajudando o clube a conquistar o Torneio Octávio Pinto Guimarães (1997) e o Campeonato Carioca de Juniores (1998). Antes mesmo de se profissionalizar, foi negociado com o clube da Bélgica Germinal Beer onde estreou profissionalmente. Uma temporada mais tarde foi para o clube da Holanda ADO Den Haag onde teve sua primeira experiência como Ala.

Em 2001 retornou ao Brasil para atuar pelo Botafogo, época quando foi usado para substituir o lateral-direito César Prates  que tinha deixado o clube em 1999. Nesta época Léo Moura iniciou sua carreira de lateral-direito e teve ótimo desempenho naquela temporada de 2001. Na temporada seguinte deixou o Botafogo e foi para o Vasco da Gama onde encaixou perfeitamente com a dupla de ataque Romário e Euller. Em 2002 Léo Moura foi para o Palmeiras e participou do rebaixamento da equipe para a 2ª divisão. Em 2003 foi para o São Paulo onde foi pouco aproveitado, logo em seguida voltou para o futebol carioca, desta vez para atuar pelo Fluminense e voltou a atuar ao lado de Romário.

Léo Moura no Flamengo

Léo Moura com suas inúmeras taças conquistadas no Flamengo.

Léo Moura com suas inúmeras taças conquistadas no Flamengo.

Léo Moura em 2005 ainda iria para Portugal jogar pelo Sporting Braga mas logo retornaria para o Brasil, desta vez para atuar pelo Flamengo onde viveria o auge de sua carreira, foram mais de 500 jogos e quase 50 gols se tornando ídolo da torcida rubro negra e conquistando inúmeros títulos e prêmios individuais. Foram tantas histórias e conquistas pelo Flamengo, que vamos tentar resumir citando as principais conquistas deste experiente atleta.

Pelo Flamengo iria conquistar o primeiro título profissional de sua carreira, a Cop do Brasil de 2006. Em 2007, 2008 e 2009 foi um dos principais personagens da conquista do tricampeonato estadual. Em 2009 ajudou o Flamengo a conquistar o Campeonato Brasileiro e ultrapassou a marca de 300 jogos pelo clube e sendo titular absoluto em sua posição. Durante este período, Léo Moura conquistou diversos prêmios individuais, a Bola de Prata (2007) e por várias vezes foi eleito o Melhor lateral-direito do Brasileirão (2006, 2007, 2008 e 2009).

Léo Moura continuou conquistando títulos pelo Flamengo, em 2011 mais um Campeonato Carioca incluindo a Taça Rio e Taça Guanabara do mesmo ano. Em 2013 mais uma temporada vitoriosa com a camisa do Flamengo conquistando a Copa do Brasil. Em 2014 novamente campeão carioca e em 2015 conquistou seu último título pelo Flamengo, o Torneio Super Series. Sua última partida pelo Flamengo foi em 01 de março de 2015 em uma derrota por 1×0 contra o Botafogo válido pelo Campeonato Carioca. Em 04 de março, se despediu da torcida do Flamengo em partida amistosa no Maracanã quando o Flamengo venceu o Nacional por 2×0. Naquele ano Léo Moura foi para os EUA atuar pelo Fort Lauderdale Strikers e

Em outubro de 2016 entrou na justiça contra o Flamengo cobrando pagamento de horas extras e adicional noturno, além de direito de televisão no período de 2011 a 2015. Ficou muito marcado pela torcida, que toda vez que enfrenta Léo Moura, sempre vaia o jogador quando pega a bola, isto aconteceu por jogo do Campeonato Brasileiro contra o Santa Cruz, time em que Léo Moura atuou em 2016. Léo Moura também atuou pelo FC Goa da Índia e Metropolitano do Brasil, passando pelo Santa Cruz em 2016 e agora em 2017 defenderá o Grêmio Futebol Porto Alegrense.

Boas Apostas!