O meia de 26 anos Giuliano, convocado em todos os jogos da seleção até agora sob comando de Tite, já trabalhou com o técnico em outra época em sua carreira.

imagem-1o-topico

Giuliano na época de Internacional.

Atual jogador do Zenit da Rússia, o meia Giuliano já havia cruzado o caminho de Tite no clube gaúcho Internacional em 2009, o próprio jogador declarou que aprendeu muito durante o tempo em que esteve sob o comando de Tite:  “Trabalhei com o Tite no Inter em 2009. Cresci muito como pessoa e jogador. Taticamente, ele me deu algo que eu não tinha. Ele me conhece e por isso me chamou. Na época do Inter, eu jogava como terceiro homem do meio de campo, chegava muito à frente e ajudava na recomposição. Foi quando eu tive a maior evolução na carreira”. Pelo Internacional foi campeão gaúcho de 2009, campeão da Copa Suruga Bank em 2009 e campeão da Copa Libertadores da América de 2010.

Giuliano é conhecido pela sua versatilidade, capaz de cumprir várias funções em campo e isto é uma das razões por qual o jogador é convocado pelo técnico Tite para a seleção por duas vezes seguidas e tudo indica que continuará nos planos de Tite na seleção brasileira. O jogador comentou sobre sua expectativa e os planos de Tite para a seleção: “O Tite é ambicioso por evolução, muito bem preparado. Que a gente consiga mais do que os resultados que não estavam chegando. Que a gente consiga encantar o torcedor brasileiro”. Agora Giuliano servirá mais uma vez a seleção brasileira, pois foi convocado para os próximos jogos em disputa das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018. Os jogos serão contra a Bolívia no dia 06 de outubro as 21:45h na Arena das Dunas em Natal, Rio Grande do Norte. O segundo compromisso será contra a Venezuela na Venezuela, no Estádio Olímpico Metropolitano em Mérida, no dia 11 de outubro as 21:30h.

Giuliano no Grêmio

Giuliano comemorando gol pelo Grêmio.

Giuliano comemorando gol pelo Grêmio.

O jogador paranaense que foi revelado pelo Paraná Clube, onde fez sua categoria de base de 2002 a 2006, chegando ao time principal em 2007, iniciava uma carreira vitoriosa. Em 2009 foi para o Internacional, em 2011 para o time ucraniano Dnipro Dnipropetrovsk e em 2014 retornaria ao Brasil para atuar pelo Grêmio. O clube gaúcho pagou a quantia de € 6 Milhões por um contrato de 4 anos. Na época de Grêmio, Giuliano foi um jogador muito importante, decisivo e versátil. O jogador declarou recentemente, após ser convocado pela seleção brasileira de Tite, como atuava na época do Grêmio: “Posso jogar na extrema direita, como homem de ligação em uma linha de três, ou por dentro. No Grêmio, eu estava jogando mais aberto. Consigo render melhor jogando centralizado, porque eu sou um jogador de passes curtos e de criação, que gosto de chegar de trás”.

O aproveitamento de Giuliano pelo Grêmio no Campeonato Brasileiro de 2016 teve números consideráveis. Em quinze partidas disputadas, Giuliano marcou 4 gols e fez 2 assistências para gol. Acumulou uma média de 2 finalizações por jogo. O jogador acumulou uma média de 45 passes por jogo, com 88% de acerto. Seu rendimento no brasileirão de 2016, tanto consagrou Giuliano como ídolo da torcida gremista, quanto serviu para chamar a atenção do clube russo Zenit St. Petersburg que acabou contratando o jogador.

Giuliano no Zenit St. Petersburg

Giuliano em seu atual time, o Zenit.

Giuliano em seu atual time, o Zenit.

Giuliano vinha atuando pelo Grêmio no Campeonato Brasileiro de 2016, porém o atleta foi negociado em julho deste ano, com o clube russo Zenit St. Petersburg por  uma quantia de € 7 Milhões (cerca de R$ 30 Milhões). Pelo clube russo, o meia Giuliano vem surpreendendo mais uma vez, com boas atuações e justificando o porque é convocado pelo técnico Tite na seleção brasileira. Atualmente, o clube russo participa tanto da Premier League russa (Campeonato de primeira divisão da Rússia), quanto da Liga Europa. Giuliano vem fazendo bonito em ambas as competições, pela Premier League o jogador já acumula 4 gols em 4 jogos disputados e mais uma assistência para gol, sendo o artilheiro do time na competição. Três gols foram marcados em jogos em casa, 1 contra o Rostov na vitória por 3×2 e outros 2 gols na vitória por 3×0 sobre o Amkar Perm. O outro gol que Giuliano fez foi fora de casa, na vitória de 5×0 sobre o Arsenal Tula.

Já pela Liga Europa, Giuliano também vem fazendo bonito, com o Zenit disputando a fase de grupos no Grupo D, na primeira rodada o Zenit enfrentou o clube israelense Maccabi Tel Aviv em Israel. O jogo estava bem encaminhado para a equipe israelense, a qual vencia por 3×0 até os 31 minutos do segundo tempo, porém Giuliano resolveria acabar com o jogo e seria o principal personagem na incrível virada do time russo. O brasileiro simplesmente conseguiu fazer três assistências e ainda marcar um gol, virando o jogo para 3×4 e dando a vitória para o visitante russo Zenit. Giuliano prova e comprova que a escolha de Tite é certa e que deverá ajudar a seleção brasileira na luta por uma vaga para a próxima Copa do Mundo.

Boas Apostas!