Devido aos maus resultados conquistados no início da temporada 2016/17, o clube italiano Inter de Milão anunciou que o holandês Frank de Boer não é mais o seu treinador. Anunciado no dia 9 de agosto como o novo treinador da equipe italiana, de Boer não conseguiu trazer resultados positivos durante ou pouco mais de três meses que esteve à frente da equipe. Nos quatorze jogos que disputou, foram apenas cinco vitórias, dois empates e sete derrotas, resultando em um aproveitamento de 40,4%. Além disso, com o holandês, a Inter de Milão ocupa atualmente a décima segunda colocação do Campeonato Italiano (Série A TIM), estando seis pontos atrás da zona de classificação para a Liga Europa e a oito pontos da zona de classificação para a Liga dos Campeões, além da amargar na quarta colocação do Grupo K da Liga Europa, estando atrás de Hapoel Beer Sheva (3º), Southampton (2º) e Sparta Praga (1º).

O anúncio foi feito na manhã da última terça-feira pelo próprio clube, que emitiu um comunicado confirmando a demissão de Frank de Boer. “A Inter gostaria de agradecer a Frank e sua equipe na comissão técnica pelo trabalho com o clube nos últimos meses e gostaria de desejar boa sorte no futuro. Outros pronunciamentos envolvendo o técnico da equipe principal serão feitos em breve”, afirmou a Inter de Milão. Com a demissão de Frank de Boer, o treinador das categorias de base da equipe italiana, Stefano Vecchi, assumirá a Inter de Milão até que o clube encontre um novo treinador para a sequência da temporada, sendo que a imprensa italiana já fala que Stefano Pioli, ex-Lazio, é um dos favoritos para assumir o cargo.

Jogador Frank de Boer

Frank de Boer atuando pelo Ajax.

Frank de Boer como jogador do Ajax.

Antes de contarmos um pouco sobre a carreira do agora treinador Frank de Boer, temos que citar a carreira do holandês como jogador. Frank de Boer é irmão gêmeo do outro ex-jogador holandês, Ronald de Boer. Frank começou sua carreira como jogador em 1988, quando defendeu profissionalmente o Ajax da Holanda. Primeiramente jogando como lateral esquerdo e depois sendo deslocado para jogar como zagueiro, Frank de Boer conquistou diversos títulos durante os 12 anos que esteve no Ajax, entre eles a Copa dos Campeões da Europa e Mundial de Interclubes, ambos em 1995, a Copa da UEFA em 1992 e cinco Campeonatos Holandeses. Vale lembrar que muitos desses títulos foram conquistados ao lado do irmão Robert de Boer, que jogou como atacante no Ajax entre 1987-1991 e 1993-1998.

Em 1999, os irmãos de Boer, que juntos fizeram sucesso no futebol holandês, foram vendidos para o Barcelona por £ 22 milhões. Porém, Frank não conseguiu repetir o mesmo desempenho na equipe espanhola, já que conquistou apenas dois Campeonatos Espanhóis e uma Copa do Rei, e ainda foi pego no exame antidoping pelo uso da substância Nandrolona, mas acabou sendo absolvido pela UEFA. Saindo do Barcelona em 2003, Frank de Boer foi contratado pelo Galatasaray, da Turquia, onde não conquistou títulos e ficou até 2004. Na sequência, passou pelo Glasgow Rangers da Escócia e pelo Al-Rayyan do Qatar, onde encerrou sua carreira como jogador em 2005 e também não conquistou títulos.

Carreira como treinador

Frank de Boer como treinador do Ajax.

Frank de Boer como treinador do Ajax.

Alguns anos depois de encerrar sua carreira como jogador, Frank de Boer iniciou sua carreira como treinador. Em 2010, o ex-jogador foi chamado para ser o auxiliar-técnico de Bert van Marwijk no comando da seleção holandesa na Copa do Mundo de 2010, onde a equipe chegou até a final, perdendo para a Espanha. Em dezembro do mesmo ano, o Ajax vivia uma má fase sob o comando de Martin Jol. Com isso, a equipe holandesa decidiu arriscar e chamou um dos seus principais ídolos, Frank de Boer, mesmo com pouca experiência, para tentar melhorar sua situação no fim de 2010. Os resultados não poderiam ter sido melhores. Desde sua chegada ao Ajax como treinador, a equipe holandesa conquistou quatro vezes o Campeonato Holandês, 2010/11, 2011/12, 2012/13 e 2013/14.

Com esses títulos conquistados sob o comando de Frank de Boer, o Ajax tornou-se o maio campeão do Campeonato Holandês, totalizando 33 títulos, a frente do PSV com 23 e do Feynoord com 14. Já nas duas últimas temporadas, o Ajax acabou perdendo o título da principal competição nacional para o PSV. Devido ao bom resultado no Ajax, Frank de Boer despertou o interesse de grandes equipes europeias, sendo contratado pela Inter de Milão no início de agosto de 2016, onde permaneceu até começo de novembro.

Boas Apostas!