Na noite da última quinta-feira (17) o Fluminense publicou no BID (Boletim Informativo Diário) da CBF (Confederação Brasileira de Futebol) a extensão do contrato de um dos grandes ídolos da torcida tricolor, o goleiro Diego Cavalieri, que nos seis anos defendendo o Fluminense vem tendo participações importantes e que ficou conhecido por ser um ótimo pegador de pênalti.

Diego Cavalieri treinando pelo Fluminense.

Diego Cavalieri treinando pelo Fluminense.

O jogador, que foi contratado em 2010, já havia renovado seu contrato com o Fluminense no início deste ano, renovando o contrato para até o fim de 2018, quando sofreu assédio do Internacional que havia vendido o goleiro Alisson para o Roma e esta em busca de outro goleiro titular. Já no início de novembro, o Fluminense finalizou uma negociação sem muitas dificuldades e assinou um novo contrato com Cavalieri, o qual terá validade até dezembro de 2019. Para assinar o novo contrato, Cavalieri teve que rescindir o contrato anterior, assinado no início do ano, e assinar o novo contrato, esse válido até fim de 2019. Os valores da renovação ainda não foram revelados, porém, sabe-se que o jogador recebeu um reajuste no seu salário.

Diego Cavalieri está sem jogar desde setembro deste ano, quando sofreu uma lesão na coxa direita durante a derrota do Fluminense fora de casa por 1×0 contra o Botafogo pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro. Depois de dois meses se recuperando da lesão, o goleiro começou a treinar na semana passada, porém, acabou sentindo dores novamente e agora vem trabalhando separado. Com isso, a tendência é que o goleiro que era titular absoluto no Fluminense volte a jogar apenas no próximo ano.

Carreira do goleiro

Cavalieri defendendo o Fluminense.

Cavalieri defendendo o Fluminense.

O goleiro Diego Cavalieri foi revelado pelo Palmeiras em 2002, ano em que a equipe paulista acabou sendo rebaixada para a Série B do Campeonato Brasileiro. Devido aos bons resultados no Palmeiras, onde conquistou o título da segunda divisão do futebol brasileiro em 2003 e o Campeonato Paulista 2008, o goleiro foi contratado pelo Liverpool, da Inglaterra, por R$ 9,5 milhões. Na equipe inglesa, Cavalieri não teve muitas oportunidades, sendo o reserva de Pepe Reina durante duas temporadas e disputando apenas dez partidas. Com isso, acabou se transferindo para o Cesena, da Itália, onde novamente teve dificuldades para jogar, sendo novamente reserva durante uma temporada de Francesco Antonioli.

Em 2010, Cavalieri foi contratado pelo Fluminense, onde também teve dificuldades para se adaptar, sendo reserva de Ricardo Berna, goleiro titular no título do Campeonato Brasileiro de 2010. Um ano depois, com a chegada do treinador Abel Braga, Diego Cavalieri conseguiu tornar-se titular, tendo boas atuações e conquistando o prêmio de melhor goleiro do Campeonato Carioca e o de melhor goleiro do Campeonato Brasileiro, consagrando-se campeão das duas competições em 2012. Durante os seis anos que esteve no Fluminense, o goleiro conquistou a Taça Guanabara de 2012, o Campeonato Carioca de 2012, o Campeonato Brasileiro de 2012 e a Copa da Primeira Liga de 2016, sendo o capitão e por tanto levantando a taça do título deste ano.

Atual momento do Flu

O ano vem sendo relativamente bom para o Fluminense, que mesmo trocando de treinador pelo menos três vezes, no início de 2016 conquistou o título da primeira edição da Primeira Liga, vencendo na grande final o Atlético Paranaense por 1×0 com um gol de Marcos Júnior no fim da partida. Alguns dias depois, a equipe acabou sendo eliminada nas semifinais do Campeonato Carioca pelo Botafogo. Na sequência do ano, o Fluminense disputou a Copa do Brasil, onde eliminou o Paysandu nas oitavas de final e o Grêmio nas quartas de final, porém, acabou sendo eliminado nas semifinais pelo Palmeiras. Pelo Campeonato Brasileiro, principal competição do futebol nacional, a equipe vem lutando para conseguir uma vaga na Copa Libertadores do próximo ano, principal torneio do futebol sul-americano. Atualmente, o Fluminense ocupa a nona colocação da Série A do Brasileirão, estando três pontos atrás da primeira equipe dentro da zona de classificação para a fase preliminar da Copa Libertadores de 2017, Atlético Paranaense, e seis pontos atrás do quinto colocado, Botafogo.

Boas Apostas!