O Everton continua no mercado à procura de soluções para reforçar o elenco às ordens do técnico holandês Ronald Koeman. O emblema de Liverpool tem sido um dos mais gastadores na janela europeia de verão e o investimento está prestes a aumentar, uma vez que os “toffees” procuram agora um substituto para Romelu Lukaku, atacante que se transferiu para o Manchester United. Jamie Vardy, jogador que também está na mira do Chelsea, poderá ser o eleito.

Foto: "ESPN"

Foto: “ESPN”

A imprensa inglesa escreve este domingo (27) que o Everton estará muito interessado em garantir os serviços de Jamie Vardy. Desde a saída do belga Romelu Lukaku para o Manchester United que os azuis de Merseyside procuram uma solução para reforçar o centro do ataque e o perfil de Vardy é muito apreciado em Goodison Park. A grande referência do Leicester campeão em 2015/16 poderá agora abraçar um novo projeto depois de na última época ter permanecido nos “foxes”, formação ao serviço da qual disputou a Liga dos Campeões.

No entanto, o Everton não é o único pretendente de Jamie Vardy. Nos escritórios de Stamford Bridge, casa do Chelsea, também se trabalha no sentido de dar mais uma opção ao técnico italiano Antonio Conte para o centro de ataque, isto depois de se ter incompatibilizado com o atacante Diego Costa. Romelu Lukaku parecia ser o principal “target” da equipe londrina, mas foi o Manchester United quem acabou por garantir o concurso do jogador. As agulhas se viram para o internacional inglês Jamie Verdy, no entanto, segundo o “Mirror”, o Everton está preparado para fazer uma oferta pelo jogador nas próximas horas. Dinheiro não é problema para os responsáveis do Everton que, ainda assim, já gastaram mais do que o valor que lucraram com a venda de Lukaku. Até agora, o Everton investiu 30 milhões no goleiro Jordan Pickford, outro tanto em Michael Keane e pagou 50 milhões de euros pelo islandês Sigurdsson. O holandês Davy Klaassen, meia ex-Ajax, terá custado um valor a rondar os 27 milhões de euros. O “Mirror” aborda a possibilidade de o Everton oferecer ao Leicester uma quantia a rondar os 40 milhões de euros para resgatar o passe de Jamie Vardy, uma vez que é esse o “valor padrão” definido pelos responsáveis do clube para a compra do atacante que, à partida, será o último reforço para a nova temporada. Até dia 31 de agosto, a mudança poderá mesmo se efetivar, sendo que uma coisa é praticamente certa: Vardy continuará a vestir de azul, seja em Leicester, em Londres ou em Liverpool. Esta época, o atacante já leva dois gols marcados em três jogos com a camisa dos “foxes”.

Boas Apostas!