O campeonato argentino 2016/17 terminou com a consagração do Boca Juniors. A 30ª e última rodada se disputou na madrugada de terça para quarta-feira e em destaque esteve a briga pelos lugares de acesso à Libertadores 2018. Os históricos San Lorenzo e Independiente falharam a classificação, bem como o Godoy Cruz, rival do Grêmio nas oitavas da atual edição da prova continental.

Foto: "Estudiantes"

Foto: “Estudiantes”

Boca Juniors, River Plate, Estudiantes, Racing Club e Banfield são os cinco emblemas argentinos apurados para a Libertadores 2018 via campeonato. A briga foi bem acirrada na derradeira rodada com o River Plate (2º) e o Estudiantes (3º) a terminarem com os mesmos 56 pontos, mais um que o Racing Club (4º) e mais dois que o Banfield (5º).

Os times de Estudiantes, Independiente e San Lorenzo chegaram na última rodada do campeonato argentinos cientes da necessidade de vencer. No Julio Grondona, o Estudiantes conseguiu cumprir seu objetivo graças a um gol de Viatri já no segundo tempo, confirmando um triunfo por uma bola a zero diante do Quilmes, adversário que terminaria o campeonato na antepenúltima posição.

Também em Avellaneda, o histórico Independiente não foi capaz de cumprir sua meta. Os “diabos vermelhos”, detentores de sete títulos da Copa da Libertadores, prolongaram seu período de ausência da competição ao empatarem a um gol com o Lanús, arriscando ficar de fora pelo sétimo ano consecutivo. Porém, até ver, a ausência do Independiente ainda não é um dado adquirido, assim como a do San Lorenzo também não é. Vencer a Copa da Argentina dá acesso à Libertadores 2018 e tanto o Independiente como o San Lorenzo seguem em prova. Enquanto os “diabos vermelhos” têm confronto marcado com o Atlético Tucuman, o “Cuervo” vai enfrentar o Cipolletti. Antes de pensar nisso, a formação do bairro de Boedo vai defrontar o Emelec nas oitavas da Libertadores 2017, uma vez que é uma das quatro representantes argentinas nas oitavas da competição, juntamente com Godoy Cruz , River Plate e Lanús. Caso não consiga o acesso através da Copa Argentina, o San Lorenzo, campeão em 2014 com Edgardo Bauza, falhará o acesso à prova pela primeira vez nos últimos quatro anos. De resto, o nesta derradeira rodada, claudicou ao empatar no Nuevo Gasómetro com o Talleres de Córdoba, permitindo que Racing e Banfield, formações que se tinham defrontado no sábado com vitória do time de Avellaneda por três a um, avancem juntos para a Liberta 2018.

A menos que a Copa Argentina altere o atual cenário, Independiente, San Lorenzo, Lanús, Colón, Newell’s Old Boys e Defensa y Justicia estão garantidos na Copa Sul-Americana.

Os rebaixados

Disputada a 30, a atual versão do principal escalão argentino tem algumas singularidades interessantes, nomeadamente no que respeita às contas do rebaixamento. O Arsenal de Sarandí terminou sua prestação na última posição do campeonato com 24 pontos, porém, não foi rebaixado. Confuso? As contas da relegação se fazem através de uma média de pontos que engloba as três últimas temporadas. Desse modo, Aldosivi, Atlético Rafaela, Sarmiento de Junín e Quilmes baixaram ao segundo escalão do futebol argentino.

Boas Apostas!