Entre os dias 06 e 11 de outubro, as principais competições europeias serão interrompidas para a realização de partidas das chamadas “Datas FIFA”, onde as seleções do velho continente disputarão as próximas rodadas das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018. Justamente por isso, durante a última semana do mês de setembro as principais seleções europeias divulgaram os seus respectivos convocados para as duas próximas rodadas da Eliminatória europeia para a Copa do Mundo de 2018, dentre elas a seleção da Holanda e da França.

Tentando apagar os recentes vexames, a seleção da Holanda ocupa atualmente a segunda colocação do Grupo A das Eliminatórias europeias para a Copa do Mundo de 2018, já que na primeira rodada empatou fora de casa em 1×1 com a Suécia. Nas próximas duas rodadas, a seleção holandesa enfrentará em casa a seleção de Belarus no dia 07 de outubro às 15h45, e jogará contra a França no dia 10 de outubro às 15h 45. Já a seleção francesa ocupa a quinta colocação do Grupo A, já que na primeira rodada empatou fora de casa em 0x0 com a seleção de Belarus. Na 2ª rodada, a seleção francesa enfrentará em casa a seleção da Bulgária no dia 07 de outubro às 15h45, enquanto na 3ª rodada a atual vice-campeã europeia enfrentará fora de casa a seleção da Holanda no dia 10 do mesmo mês às 15h45.

Convocação holandesa

Wesley Sneijder jogando pela seleção holandesa.

Wesley Sneijder jogando pela seleção holandesa.

Depois de ter feito uma ótima Copa do Mundo de 2014, onde venceu o Brasil na decisão do terceiro lugar por 3×0, a seleção da Holanda não conseguiu repetir os mesmo resultados positivos em 2015 e acabou ficando de fora da Eurocopa deste ano. Querendo apagar os últimos resultados negativos, o treinador da seleção holandesa, Danny Blind, divulgou na última sexta-feira (30) os vinte e três jogadores que defenderão seu país nas Eliminatórias para a Copa do Mundo.

Sem chamar seus jogadores mais experientes, como Robben, que está voltando aos gramados depois de uma lesão, e Van Persie, o jogador de maior destaque na convocação desta sexta-feira é o meio-campista Wesley Sneijder, além do goleiro Maarten Stekelenburg, que foi titular na Copa do Mundo de 2010 e que também foi chamado por Blind. Podemos destacar também a presença do goleiro Cilissen, recém-contratado do Barcelona, onde ainda não conseguiu um espaço como titular absoluto, mas deverá ser o goleiro titular na equipe holandesa. Tratando-se das ausências, podemos destacar o jovem Memphis Depay, que não vem vivendo um bom momento no Manchester United e segue fora das convocações da Holanda.

Goleiros: Cillessen (Barcelona-ESP), Stekelenburg (Everton-ING), Zoet (PSV-NED);

Defensores: Veltman (Ajax-NED), De Vrij (Lazio-ITA), Bruma (Wolfsburg-ALE) e Van Dijk (Southampton-ING), Karsdorp (Feyenoord-NED), Kongolo (Feyenoord-NED), Willems (PSV-NED);

Meio-campistas: Klaassen (Ajax-NED), Blind (Manchester United-ING), Strootman (Roma-ITA), Sneijder (Galatasaray-TUR), Clasie (Southampton-ING), Wijnaldum (Liverpool-ING), Propper (PSV-NED);

Atacantes: Dost (Sporting-POR), Promes (Spartak Moscou-RUS), Narsingh (PSV-NED), De Jong (PSV-NED), Berghuis (Feyenoord-NED), Janssen (Tottenham-ING);

Convocação francesa

Antoine Griezmann jogando pela seleção francesa.

Antoine Griezmann jogando pela seleção francesa.

Atual vice-campeão da Eurocopa, perdendo a final para a seleção de Portugal de Cristiano Ronaldo, a seleção da França divulgou na última quinta-feira (29) os vinte e três jogadores que defenderão a França nas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018. Entre os principais destaques da convocação francesa é o atacante Griezmann, que desde a temporada passada vem se destacando no Atlético de Madrid. O treinador da seleção francesa, Didier Deschamps, surpreendeu ao convocar o zagueiro Aymeric Laporte, que poderia ser convocado pela seleção da Espanha por estar jogando há muito tempo no futebol espanhol. “Chamei Laporte para que ele jogue. E ele vai. Sabia que ele poderia ser chamado para a Espanha”, afirmou o treinador Deschamps.

Outro destaque na convocação francesa é a ausência do atacante Karim Benzema. O jogador do Real Madrid não vem sendo convocado desde o escândalo envolvendo Benzema e Valbuena, quando foi afastado da seleção até que toda a situação jurídica seja esclarecida. Porém, mesmo depois de estar liberado para ser convocado pela seleção francesa, Benzema continuou sem ser chamado, chegando a afirmar que o treinador Deschamps havia se rendido “à pressão de uma parte racista da França”, devido a sua ascendência argelina.

Goleiros: Alphonse Areola (Paris Saint-Germain-FRA), Hugo Lloris (Tottenham-ING), Steve Mandanda (Crystal Palace-ING);

Defensores: Lucas Digne (Barcelona-ESP), Laurent Koscielny (Arsenal-ING), Layvin Kurzawa (Paris Saint-Germain-FRA), Aymeric Laporte (Athletic Bilbao-ESP), Jeremy Mathieu (Barcelona-ESP), Bacary Sagna (Manchester City-ING), Djibril Sidibé (Monaco-FRA), Raphael Varane (Real Madrid-ESP);

Meio-campistas: Yohan Cabaye (Crystal Palace-ING), N’Golo Kanté (Chelsea-ING), Blaise Matuidi (Paris Saint-Germain-FRA), Dimitri Payet (West Ham-ING), Paul Pogba (Manchester United-ING), Moussa Sissoko (Tottenham-ING);

Atacantes: Kingsley Coman (Bayern de Munique-ALE), Nabil Fekir (Lyon-FRA), Kévin Gameiro (Atlético de Madrid-ESP), André-Pierre Gignac (Tigres-MEX), Antoine Griezmann (Atlético de Madrid-ESP), Anthony Martial (Manchester United-ING).

Boas Apostas!