Na manhã da última sexta-feira (21) o técnico Tite anunciou a lista de 24 jogadores convocados para as próximas duas partidas da seleção brasileira nas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018, onde atualmente o Brasil lidera com 21 pontos.

Neymar e Messi defendendo suas seleções.

Neymar e Messi defendendo suas seleções.

Na primeira partida, válida pela 11ª rodada da competição, o Brasil enfrentará em casa a seleção da Argentina, disputando mais uma vez um grande clássico com a equipe comandada por Edgardo Bauza e que terá a volta do craque Lionel Messi. O clássico será disputado no próximo dia 10 de novembro, quinta-feira, no Estádio Mineirão. Na rodada seguinte, a seleção brasileira jogará fora de casa contra a seleção do Peru, comandada por Paolo Guerrero, no próximo dia 16, quarta-feira, no Estádio Nacional do Peru.

Graças às quatro vitórias consecutivas conquistadas sob o comande de Tite, a seleção brasileira atualmente lidera as Eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo de 2018, estando com 21 pontos conquistados em seis vitórias, três empates e uma derrota. Na cola do Brasil, está o Uruguai na segunda colocação com 20 pontos e o Equador com 17, enquanto a Colômbia, também com 17 pontos, fecha a zona de classificação direta para o próximo mundial e a Argentina aparece na quinta colocação, estando na zona de repescagem.

Convocação

Philippe Coutinho comemorando gol pela seleção brasileira.

Philippe Coutinho comemorando gol pela seleção brasileira.

Como já sabemos, o Campeonato Brasileiro está chegando ao seu fim, faltando apenas sete rodadas que decidirão que será o campeão brasileiro de 2016. Devido a isso, o treinador da seleção brasileira, Tite, decidiu convocar mais jogadores que atuam no futebol internacional, preservando o “bom senso” que sempre falou para não desfalcar as equipes brasileiras que brigam por título ou vaga na Copa Libertadores. Por isso, ao olharmos a lista divulgada pela comissão técnica da seleção, vemos que dezoito são jogadores que atuam fora de Brasil, enquanto apenas seis são de equipes nacionais.

Goleiros: Alisson (Roma-ITA), Alex Muralha (Flamengo-BRA), Weverton (Atlético Paranaense-BRA);

Zagueiros: Gil (Shandong-CHI), Marquinhos (Paris Saint-Germain-FRA), Miranda (Inter de Milão-ITA), Rodrigo Caio (São Paulo-BRA), Thiago Silva (Paris Saint-Germain-FRA);

Laterais: Daniel Alves (Juventus-ITA), Fagner (Corinthians-BRA), Filipe Luis (Atlético de Madrid-ESP), Marcelo (Real Madrid-ESP);

Meio-campistas: Casemiro (Real Madrid-ESP), Fernandinho (Manchester City-ING), Giuliano (Zenit-RUS), Lucas Lima (Santos-BRA), Paulinho (Guanghzou-CHI), Philippe Coutinho (Liverpool-ING), Renato Augusto (Beijing-CHI), Willian (Chelsea-ING);

Atacantes: Douglas Costa (Bayern de Munique-ALE), Roberto Firmino (Liverpool-ING), Gabriel Jesus (Palmeiras-BRA), Neymar (Barcelona-ESP);

Ausências e destaques

Rodrigo Caio defendendo a seleção brasileira.

Rodrigo Caio defendendo a seleção brasileira.

Assim com aconteceu na última convocação da seleção brasileira, o técnico Tite chamou nesta sexta-feira (21) vinte e quatro jogadores para participarem das próximas duas rodadas das Eliminatórias. Na vez anterior, o treinador chamou um jogador a mais que o de costume por conta do meio-campista Paulinho, estar suspenso para a primeira partida, contra a Bolívia, mas que pode participar da segunda, contra a Venezuela. Desta vez, Tite chamou um jogador a mais por conta da situação do volante Casemiro, que fraturou a fíbula da perna esquerda em setembro durante uma partida pelo Campeonato Espanhol em que defendia o Real Madrid e ainda não voltou a treinar normalmente. Mesmo lesionado, Casemiro foi convocado e será reavaliado até as partidas do Brasil pelas Eliminatórias e caso não esteja 100% recuperado, será cortado da seleção.

Pensando na possibilidade do volante Casemiro ser contado em cima da hora, o técnico Tite surpreendeu ao chamar o zagueiro do São Paulo, Rodrigo Caio, que acabou ficando com a vaga que na convocação anterior foi ocupada pelo meio-campista Oscar, do Chelsea. Segundo o próprio treinador, Rodrigo Caio foi chamado por ser um jogador versátil, que pode atuar no lugar de Casemiro, jogando como um volante na seleção brasileira, assim como o zagueiro Marquinhos. “O Rodrigo Caio é um jogador versátil. É originalmente zagueiro, mas trabalhou muito na equipe e na seleção olímpica assim. Assim com o Marquinhos iniciou jogando por vezes como primeiro meio-campista e como lateral. Vejo no Rodrigo Caio um jogador com versatilidade”, afirmou Tite em entrevista coletiva depois do anuncio da convocação.

Boas Apostas!