“Red Devils” intratáveis. E vão quatro triunfos consecutivos para o Manchester United agora treinado pelo norueguês Ole Gunnar Solskjaer, sequência que corresponde à melhor sequência da atual temporada.

Foto: "Bildbyran"

Foto: “Bildbyran”

A derrota em Anfield na rodada 17 da Premier League 2018/19 pôs fim ao ciclo de José Mourinho no comando técnico do Manchester United, desfecho que há muito se adivinhava tanto pelos resultados negativos quanto pelas polêmicas no vestiário. Consumada a saída do português, a diretoria do Manchester United optou por apostar nos serviços de Ole Gunnar Solskjaer, norueguês que representou o clube durante uma década enquanto jogador e assinou contrato até final da temporada.

Para já, os torcedores do Manchester United só podem estar satisfeitos com a mudança. O emblema de Old Trafford venceu os quatro encontros que disputou às ordens de Solskjer e venceu cada um deles por uma margem superior a um golo de diferença. Além disso, jogadores como Paul Pogba, internacional francês que esteve envolvido em uma grande polêmica com Mourinho, voltou a estar ao seu melhor nível e leva já quatro golos marcados desde a alteração no comando.

Registo inédito na atual campanha

Por muito estranho que isso possa parecer atendendo ao estatuto do Manchester United, até a chegada de Solskjaer no final do mês de dezembro, o time ainda não tinha conseguido vencer quatro jogos oficiais de modo consecutivo nessa temporada. O atual ciclo vitorioso começou com uma goleada em Cardiff por cinco a um, teve sequência nos dois jogos em casa frente a Huddersfield Town (3-1) e Bournemouth (4-1) e prosseguiu nessa quarta-feira (2), com a vitória alcançada no terreno do Newcastle por dois a zero. O final de semana que se avizinha será destinado à disputa da FA Cup, com o Manchester United a receber o Reading.

O primeiro “teste de fogo” para o novo técnico está agendado para o próximo dia 13 de janeiro, em Wembley, diante do Tottenham.

As quatro vitórias consecutivas após ter sido contratado permitiram a Solskjaer igualar o registo de um histórico treinador do Manchester United: Matt Busby, técnico dos “Red Devils” durante mais de 20 anos.

“Não quero sair em maio”

Assim que a saída de José Mourinho foi confirmada, foram vários os nomes sonantes apontados à sucessão. Os “desempregados de luxo” Zinedine Zidane e Antonio Conte foram imediatamente associados ao cargo e os tablóides ingleses também abordaram a possibilidade de Mauricio Pochettino deixar os “Spurs” para orientar o United. No imediato, a escolha da diretoria foi Oleg Gunnar Solskjaer e, apontado como solução de transição pelos comentaristas ingleses, o norueguês assinou apenas até final da temporada. Após o encontro em Newcastle, Solskjaer foi taxativo na coletiva de imprensa: “Claro que não quero sair em maio”. A continuar no atual registo, sua continuidade poderá muito bem ser uma realidade.

Boas apostas!