No último dia do ano, o Manchester City viajou até Londres para encarar o Crystal Palace em Selhurst Park. Os “Citizens” procuravam a 19ª vitória consecutiva em jogos da Premier League mas foram incapazes de ir além do nulo. Ederson Moraes “salvou” o Manchester City ao defender um pênalti e Gabriel Jesus saiu machucado.

Foto via "talksport"

Foto via “talksport”

A situação do Manchester City no topo da tabela da Premier League é mais do que tranquila, apresentando uma vantagem de 14 pontos em relação ao segundo posto, atualmente ocupado pelo Chelsea, emblema que goleou o Stoke City (5-0) em Stamford Bridge e aproveitou novo empate (0-0) do Manchester United em Old Trafford, desta feita frente ao Southampton.

Frente a um time que está apenas um ponto acima da linha de perigo, o Manchester City foi amplamente dominador, tal como na maioria dos jogos que tem disputado para a Premier League. Teve (muito) mais bola, jogou quase toda a partida no meio-campo contrário e teve suas chances para marcar, mesmo sem se livrar de alguns sustos provocados pelo Crystal Palace sobretudo em contra ataque.

Uma das grandes contrariedades para o time de fora surgiu logo aos 23 minutos do primeiro tempo, altura em que o brasileiro Gabriel Jesus se machucou e foi substituído por Kun Aguero – De Bruyne também se viria a lesionar no final da partida, deixando o gramado com a perna imobilizada. O City não foi capaz de bater o goleiro internacional galês Wayne Hennessey e o melhor ataque da Premier League – com 61 gols marcados em 21 partidas – ficou “em branco” pela primeira vez nessa edição do primeiro escalão inglês.

O grande momento do desafio estava reservado para a etapa final. Já para lá dos segundos 45 minutos, o juiz Jon Moss assinalou grande penalidade a favor do Crystal Palace devido a uma infração do brasileiro Fernandinho. Chamado a bater, o sérvio Luka Milivojeic tinha nos pés a possibilidade de fazer com que o “seu” Crystal Palace fechasse em beleza aquele que tem sido um ano difícil. No entanto, na hora de cobrar o castigo máximo, Ederson Moraes não tremeu e defendeu com os pés, assegurando que o Manchester City continua invicto nessa Premier League antes da virada do ano. Os “Citizens” seguem invictos nas competições domésticas e entram em 2018 com apenas uma derrota oficial na temporada: frente ao Shakhtar Donetsk, para a Liga dos Campeões, em uma partida na qual os ingleses entraram com o apuramento para as oitavas já assegurado e com estatuto de líderes da respetiva chave. Essa foi a segunda vez que o Manchester City não venceu na Premier League 2017/18, sendo que anteriormente já tinha deixado dois pontos logo na segunda rodada, frente ao Everton (1-1).

Boas apostas!