Estamos chegando ao final do Campeonato Brasileiro de 2016, encerrando a temporada e os times já começam a pensar nos planos para 2017, incluindo novos reforços e renovações de jogadores e também de técnicos. A situação dos times paranaenses Coritiba Foot Ball Club e Clube Atlético Paranaense não são diferentes, únicos representantes paranaenses na elite do futebol brasileiro já anunciaram que permanecerão com os seus atuais técnicos. O Coritiba Foot Ball Club que corria risco de rebaixamento nesta temporada, conseguiu após alguns bons resultados a permanência na Série A e garantiu a permanência do técnico Paulo César Carpegiani para a próxima temporada. O Clube Atlético Paranaense ainda disputa uma vaga para a pré-libertadores de 2017, tem chances reais e faltando ainda duas rodadas, o clube precisa pontuar e torcer contra alguns adversários, o atual técnico Paulo Autuori, que foi cogitado para assumir um cargo de Diretor de futebol no Atlético, afirmou que continua no cargo de treinador no ano de 2017 também.

Carpegiani renova com o Coritiba

Paulo César Carpegiani, técnico do Coritiba.

Paulo César Carpegiani, técnico do Coritiba.

O técnico Paulo César Carpegiani assumiu o Coritiba na 19ª rodada do Brasileirão 2016, última partida do primeiro turno, momento que o Coritiba estava ameaçado a ser rebaixado e precisava de uma reviravolta. O treinador de 67 anos e ampla experiência com experiência em equipes como Flamengo, time que foi campeão brasileiro, da Copa Libertadores e Mundial e mais uma dezena de clubes brasileiros como Internacional, Palmeiras, São Paulo, Cruzeiro, Corinthians, Ponte Preta, Atlético Paranaense, Vitória e inclusive o próprio Coritiba em 1990 e 1995. Suas passagens fora do Brasil foram nos Emirados Árabes, futebol do Paraguai, Equador e Kwait. O último clube que havia comandado foi a Ponte Preta em 2013, onde teve 4 vitórias, 3 empates e 4 derrotas, após isso ficou afastado da função de treinador, porém estudou e se aperfeiçoou.

Gaúcho, Carpegiani atuou como meia quando era jogador, foi formado pelo Internacional, defendeu o Flamengo e também a seleção brasileira na década de 70. Em 2010, treinou também o Atlético Paranaense em duas ocasiões, 2001 e 2010, quando pegou o rubro negro na 18ª colocação e após 22 partidas, levou a equipe a 5ª colocação e quando todos esperavam que o Atlético poderia ter chances de ser campeão, o técnico pediu demissão após receber uma proposta melhor da equipe paulista São Paulo, os torcedores ficaram muito desapontados e o Atlético Paranaense perdeu rendimento e a chance do bicampeonato brasileiro. Este episódio marcou de maneira negativa a carreira do técnico. Agora Carpegiani volta a Curitiba mas para treinar o rival do Atlético, o Coritiba. Depois de um bom segundo turno, o próprio treinador disse a imprensa que não continuaria no comando do Coritiba em 2017, após grande vinculação na imprensa, o técnico esclareceu que seu contrato ia até 31 de dezembro de 2016 e que a diretoria não o havia procurado, pois bem, após conversa com a diretoria do clube, Carpegiani renovou seu contrato até 31 de dezembro de 2017.

Paulo Autuori segue como treinador no Atlético Paranaense

Paulo Autuori, técnico do Atlético Paranaense.

Paulo Autuori, técnico do Atlético Paranaense.

Paulo Autuori chegou ao Atlético Paranaense em 07 de março de 2016 e assinou um contrato de 2 anos. Autuori é o 14º técnico do Atlético Paranaense desde 2012, Mario Celso Petraglia que é o Cartola do Atlético Paranaense é conhecido por ter pouca paciência com técnicos, porém vem rasgando elogios à Autuori e chegou a dizer que gostaria que o técnico continuasse para sempre no comando do time: “Foi a primeira vez que nós tivemos o desprendimento e a condição de contratar um treinador que nós consideramos de alto nível. Tivemos também o Antônio Lopes, o Vadão, alguns outros treinadores, mas esse senhor, o Paulo Autuori, esse cidadão, que aceitou vir trabalhar no projeto do Atlético-PR, é acima da média. Ele dispensa elogios, como o trabalho dele e como pessoa. Mas, se depender de nós, ficará eternamente. Vamos torcer para que ele queira – disse o dirigente Mario Celso Petraglia na Rádio CAP (Rádio oficial do clube).

Autuori tem conquistado uma boa campanha jogando na Arena Atlético Paranaense, sendo o melhor mandante do Campeonato Brasileiro de 2016. Sob seu comando o Atlético Paranaense disputou ao todo, 54 jogos à frente do Furacão, com 25 vitórias, 9 empates e 20 derrotas, são nove jogos pelo Campeonato Paranaense, dois pela Primeira Liga, sete pela Copa do Brasil e 26 no Campeonato Brasileiro. O time foi campeão paranaense de 2016, vice-campeão da Primeira Liga e atualmente o time está na 5ª colocação do brasileirão, com 55 pontos, com grandes chances de conseguir uma vaga no G-6 para conquistar uma vaga na Pré-Libertadores de 2017. O Rubro-Negro possui a melhor campanha como mandante do Campeonato Brasileiro, com aproveitamento impressionante de 15 vitórias, 2 empates e somente uma derrota para o líder e provável campeão Palmeiras por 0x1, acumulando 88%, e a segunda melhor defesa do torneio, com 32 gols sofridos, um a mais que o líder Palmeiras.

A carreira de Paulo Autuori e as informações do anúncio da chegada do técnico ao Atlético Paranaense você pode conferir na nossa matéria:

Boas Apostas!