O Cagliari perdeu na visita ao terreno do Genoa (2-3) e a paciência da diretoria do clube chegou ao fim. Após a quarta derrota consecutiva na Série A 2017/18, Massimo Rastelli foi demitido. Diego López, um homem que conhece bem “os cantos à casa”, é o eleito para orientar a equipa daqui em diante.

Foto: "Cagliari"

Foto: “Cagliari”

O Cagliari anunciou esta quarta-feira (18) a contração de Diego López para o cargo de treinador do time principal, promovendo seu regresso, uma vez que o uruguaio já representou o clube enquanto treinador e jogador.

O ciclo de Massimo Rastelli no comando técnico do Cagliari chegou esta semana ao fim. O treinador que devolveu o Cagliari ao principal escalão do futebol italiano estava no clube desde a temporada 2015/16 e não resistiu à série de mais resultados que a equipa atualmente atravessa, com o seu despedimento a ser oficializado após quatro derrotas consecutivas, três delas em casa e frente a Sassuolo (0-1), Chievo (0-2) e Genoa (2-3). Rastelli deixa o time na 13ª posição da Série A com seis pontos e apenas um de vantagem em relação aos três emblemas que estão em zona de descida.

Luis Diego López Breijo, natural de Montevideo, teve uma longa passagem pelo Cagliari como jogador, dedicando boa parte da sua carreira ao emblema italiano. Produto da base dos uruguaios do River Plate, Diego López chegou à Europa para representar os espanhóis do Racing Santander, se transferindo para a Itália na temporada 1998/99 para iniciar um percurso no Cagliari que duraria até 2009/10. Encerrou sua carreira e assumiu o papel de adjunto do Cagliari quando corria a temporada 2012/13, chegando a orientar o time na época seguinte como treinador principal. Rumou posteriormente ao Bologna (2014/15) e em 2016/17 esteve ao serviço do Palermo, clube em que a diretoria encabeçada por Maurizio Zamparini é conhecido por sua pouca paciência com treinadores. Sem clube desde então, o antigo internacional pelo Uruguai assinou um contrato com o Cagliari valido até junho de 2019, se comprometendo a assegurar a continuidade do clube entre a elite do futebol transalpino, de preferência sem passar por situações de grande aperto, até porque o elenco às suas ordens tem total capacidade para cumprir com esse objetivo.

Boas Apostas!