Reserva no amistoso entre Espanha e Colômbia que terminou com um empate a dois, Diego Costa foi protagonista ao fazer uma importante revelação na zona mista do estádio Nueva Condimina, em Murcia. O atacante internacional pela Espanha garantiu que não vai seguir no Chelsea na próxima temporada.

Foto: "Antonio Bronic/Reuters"

Foto: “Antonio Bronic/Reuters”

O trajeto de Diego Costa com a camisa dos “Blues” chegou ao fim. Campeão inglês em 2016/17 com o time de Stamford Bridge, o polêmico atacante nascido no Brasil revelou que se prepara para abraçar um novo projeto a partir da próxima temporada.

“Antonio Conte me enviou uma mensagem a dizendo que não conta comigo para a próxima época”, começou por afirmar, quando questionado sobre seu futuro. A “bomba” não ficou por aí e Diego Costa foi mais longe, revelando que a relação com o treinador ao longo da temporada “não foi boa”. Sem papas na língua, lançou críticas ao modo como foi dispensado: “É uma vergonha. Já contactei a diretoria do Chelsea, mas parece claro que o treinador não conta comigo. Há que procurar um novo time”. Sobre seu próximo desafio, Diego Costa não se alonga, se limitando a expressar um desejo: “Seria bonito voltar ao Atlético, mas é difícil ficar sem jogar durnate quatro ou cinco meses”. A punição imposta ao Atlético pela FIFA impede a inscrição de novos jogadores até à abertura do mercado de inverno. Nessa ótica, Diego Costa só poderia voltar a jogar em janeiro, algo que naturalmente não agrada ao jogador, adicionando um fator preponderante para a sua decisão: “2018 é ano de copa do mundo e isso dá que pensar. Preciso de jogar, só isso”. Por muito que a hipótese de regressar a Madrid agrade ao jogador, neste momento, o cenário é altamente improvável.

A imprensa internacional escreve que a saída de Diego Costa deverá ser suprimida com o retorno do belga Romelu Lukaku a Stamford Bridge.

AC Milan é hipótese

O castigo aplicado pela FIFA ao Atlético de Madrid deverá frustrar as chances dos “Colchoneros” quanto à contratação de Diego Costa. O atacante quer ter minutos de jogo e mostrar a Lopetegui que deve constar na lista de convocados para a Copa do Mundo 2018, na Rússia. Assim sendo, o empresário Jorge Mendes já se mexe com a intenção de garantir a melhor solução para o futuro do jogador. A imprensa internacional aponta o AC Milan como potencial destino do jogador. A nova administração chinesa que assumiu os destinos do time “rossonero” está disposta a concretizar um grande investimento nessa janela de verão e depois das contratações de Musacchi e Kessié, a prioridade se centra em reforçar a frente de ataque, até porque Carlos Bacca poderá estar de saída. Álvaro Morata era a prioridade dos milaneses, porém, as exigências apresentadas pelo Real Madrid (60 milhões de euros), conjugadas com a entrada do Manchester United na corrida pelo jogador, poderão ter feito o interesse esfriar. O AC Milan tenta agora jogar com a condição de Diego Costa – “dispensado” por Antonio Conte – para garantir o concurso do jogador.

Boas Apostas!