A altura é de pausa nos principais campeonatos para a disputa de compromissos de seleções e, na Europa, se discute o derradeiro “play-off” que permite o acesso à fase final da Copa do Mundo 2018. No caso da seleção holandesa, o duplo compromisso amistoso dita o encerramento de um (micro)ciclo.

Dick AdvocaatApós ter falhado o acesso ao Euro 2016, disputado em França, a seleção holandesa não teve melhor sorte na luta pelo acesso à Copa do Mundo 2018, prova que vai decorrer na Rússia, falhando o acesso a duas fases finais de grandes competições de modo consecutivo. Nesta etapa de apuramento para a Copa que iniciou em setembro de 2016, a Holanda arrancou sob as ordens de Danny Blind, seleccionador que se manteve no cargo apesar de ter falhado o apuramento para a fase final anterior. A campanha holandesa não estava a correr da melhor forma e os responsáveis da federação do “país das Tulipas” decidiram abdicar dos serviços do técnico. Em março deste ano de 2017, após uma derrota por dois a zero frente à Bulgária na capital Sofia, Danny Blind “bateu com a porta” e foi substituído por um rosto habitual para o futebol holandês: Dick Advocaat, treinador de 69 anos que iniciou sua terceira passagem pela seleção da Holanda com uma goleada por cinco a zero frente ao Luxemburgo, em junho. Foi o primeiro de cinco encontros oficiais à frente da seleção e, simultaneamente, a primeira de quatro vitórias na etapa de apuramento, registo insuficiente para alcançar um dos dois primeiros lugares desse grupo A – a única derrota aconteceu no Stade de France, frente à seleção local, por quatro a zero.

A vice-campeã da Europa venceu o grupo, a Suécia ficou em segundo e garantiu o acesso ao “play-off”, condenando a Holanda à eliminação. Esta quarta-feira (8), na coletiva de antevisão ao compromisso coma Escócia em Hampden Park, a confirmação partiu do próprio Dick Advocaat, técnico que confirmou que vai deixar a seleção da Holanda após a disputa desses dois compromissos amigáveis. “Estes serão os meus dois últimos encontros, depois deixarei a seleção holandesa”, referiu.

Esta quinta-feira, a seleção da Holanda enfrenta a Escócia, enquanto o encontro com a Roménia, em Bucareste, está marcado para a próxima terça-feira. Após estes dois jogos, a “laranja mecânica” começará um novo ciclo sob novas ordens com o objetivo de voltar a uma fase final de grandes competições, olhando já para o Euro 2020, competição que vai ter um formato distinto com a competição a decorrer em vários pontos da Europa. Para já, não há nenhum nome confirmado para a sucessão.

Boas Apostas!