Recentemente, em sorteio realizado na Associação Uruguaia de Futebol, ficaram definidos os grupos da Copa Libertadores Feminina de 2016. A competição será disputada entre os dias 06 e 20 de dezembro, nas cidades de Montevidéu e Colônia, no Uruguai, justificando o fato do sorteio ter sido realizado na sede da federação uruguaia. Na edição de 2016, a Libertadores feminina contará com duas equipes brasileiras, o Ferroviária, atual campeão da competição continental que mandará seus jogos em Montevidéu, e o Foz Cataratas, que mandará seu jogos da Libertadores de 2016 na cidade de Colônia. Confira os grupos e seus confrontos da fase de grupos:

Grupos da Libertadores feminina de 2016.

Grupos da Libertadores feminina de 2016.

Grupo A (Montevidéu): Colón (URU), Deportivo UAI Urquiza (ARG), Sportivo Limpeño (PAR), Universitário de Deportes (PER);

Dia 06 (terça-feira): Sportivo Limpeño x Universitário; Colón x UAI Urquiza

Dia 09 (sexta-feira): UAI Urquiza x Universitário; Colón x Sportivo Limpeño

Dia 12 (segunda-feira): UAI Urquiza x Sportivo Limpeño; Colón x Universitário

Grupo B (Montevidéu): Nacional (URU), Foz Cataratas (BRA), Colômbia1 (a definir), San Martín de Porres (BOL);

Dia 07 (quarta-feira): Colômbia1 x San Martín de Porres; Nacional x Foz Cataratas

Dia 10 (sábado): Foz Cataratas x San Martín de Porres; Nacional x Colômbia1

Dia 13 (terça-feira): Foz Cataratas x Colômbia1; Nacional x San Martín de Porres

Grupo C (Colônia): Ferroviária (BRA), Colo-Colo (CHI), Estudiantes de Guarico (VEN), Unión Española (CHI);

Dia 08 (quinta-feira): Ferroviária x Colo-Colo; Estudiantes x Unión Espanhola

Dia 11 (domingo): Colo-Colo x Unión Española; Ferroviária x Estudiantes

Dia 14 (quarta-feira): Colo-Colo x Estudiantes de Guarico; Ferroviária x Unión Española

Campeão de 2015

Elenco do Ferroviária comemorando o título da Libertadores de 2015.

Elenco do Ferroviária comemorando o título da Libertadores de 2015.

Disputada desde 2009, a Copa Libertadores Feminina já foi realizada sete vezes, sendo que em cinco delas as equipes brasileiras consagram-se campeãs. O Santos conquistou a competição nas duas primeiras edições (2009, 2010), enquanto o São José outras três edições (2011, 2013, 2014) e a Ferroviária a última (2015). Vale destacar que no único ano em que uma equipe de outro país conquistou a Libertadores, em 2012, o Colo-Colo venceu o Foz Cataratas da grande final.

A última edição da Libertadores Feminina, que teve o Ferroviária como campeão, foi disputada entre o fim de outubro e o início de novembro, nas cidades de Medellín, Envigado e Girardota, na Colômbia, contando com doze equipes sul-americanas participantes. Durante a fase de grupos, a equipe campeã, Ferroviária, terminou como líder do Grupo B, depois de vencer duas das três partidas iniciais, empatando a terceira. Chegando às semifinais, as meninas da Ferroviária enfrentaram as brasileiras do São José, que havia conquistado a competição em 2014. Nesta partida, a Ferroviária conseguiu sair na frente logo no começo da partida, marcando um gol aos 2’ do primeiro tempo com Adriana dos Santos, porém, o placar ficou nisso, terminando a partida em 0x1. Na grande final, a equipe brasileira sobrevivente enfrentou o Colo-Colo, conseguindo uma boa vitória. A equipe brasileira saiu na frente aos 18’ do primeiro tempo com Tabatha Santos, que aos 25’ marcou o segundo da partida. Ainda no fim do primeiro tempo, Ana Maria Barrinha marcou o terceiro da Ferroviária, que deixou a equipe chilena descontar nos acréscimos da primeira etapa com Gloria Villamayor.

Nova treinadora do Ferroviária

Há alguns dias, a Ferroviária anunciou sua nova treinadora, a novata Michele Kanitz, que terá a primeira oportunidade de comandar uma equipe profissionalmente. “Queríamos uma metodologia de trabalho mais moderna. No início, ela ficou reticente em assumir porque não tinha experiência. Achei que esse receio era uma questão de humildade e resolvemos dar a chance porque vimos capacidade, qualidade e oportunidade de crescimento”, afirmou Danilo Zero, diretor da equipe feminina da equipe. Formada em educação física, Kanitz está terminando sua especialização de futebol na Universidade Federal de Viçosa. Durante sua graduação, fez os cursos de Licença C (direcionada a profissionais formados em Educação Física) e B (para técnico de categorias de base e ex-jogadores) da CBF para treinadoras, além de análise de desempenho. Além disso, foi estagiária como analista de desempenho no Internacional, Atlético-PR, Atlético-MG, São Paulo e Santos.

Boas Apostas!