André Felipe Ribeiro de Souza se prepara para retornar ao futebol brasileiro. Sem espaço no Sporting de Portugal, o jogador vai continuar de leão ao peito com as cores do Sport Recife.

Foto: "Aldo Carneiro / Pernambuco Press"

Foto: “Aldo Carneiro / Pernambuco Press”

André está perto de ser oficialmente anunciado como reforço do Sport Recife para essa temporada, time que representou em 2015, fazendo 13 gols na campanha na Série A. Depois de abandonar a “Ilha do Retiro”, representou Atlético Mineiro e Corinthians ainda no Brasil, despertando interesse no continente europeu. Os portugueses do Sporting se chegaram à frente e garantiram o concurso do avançado nascido em Cabo Frio (RJ). Xingado pela torcida do Corinthians, “André Balada” foi para a Europa e agora regressa a uma casa onde foi bem feliz durante sua curta estadia. O bom período com a camisa do “rubro negro” de Pernambuco está valendo ao jogador nessa altura, isto atendendo ao facto de a diretoria do Sport estar disposta a realizar o maior investimento de sempre na sua contratação mesmo depois de um ano em que a descida à Série B chegou a ser uma possibilidade para o “Leão”. Vale recordar que a luta do Sport Recife durou até às últimas rodadas do Brasileirão, mas o time terminou na 16ª posição com 35 pontos. André chega para preencher a vaga deixada por Marinho no ataque, jogador que foi para o futebol chinês.

Sporting reduz plantel

Contratação do Sporting de Portugal na janela de verão, André chegou em Lisboa e não se conseguiu afirmar nessa primeira metade da temporada europeia, ficando na sombra do holandês Bas Dost, artilheiro do campeonato português. A má fase do time português treinado por Jorge Jesus não beneficiou sua adaptação e as oportunidades para mostrar seu futebol foram poucas, atuando apenas durante 507 minutos com a camisa sportinguista. Fez três golos – um no campeonato português e dois na Taça de Portugal – e ainda teve a oportunidade de estrear na fase de grupos da Liga dos Campeões contra o time do Borussia Dortmund. Em dezembro, com a abertura da janela de inverno na Europa, a diretoria do Sporting admitiu que o “emagrecimento” do plantel é objetivo e André, figura de segundo plano, é uma das vítimas dessa situação. As suas dificuldades ao nível da finalização foram fatais e determinaram sua saída do clube. O Sporting pretende se desfazer em definitivo do jogador mas tem sido paciente na negociação, sem pressionar a terceira parte envolvida (Corinthians) e preferindo despachar outros processos até dia 31 (fecho da janela de inverno na Europa), uma vez que o mercado no Brasil só fecha a 4 de abril. Recetivo a uma oferta na ordem de um milhão de euros, o acordo com o Sporting foi fácil de resolver e só a barreira colocada pelo Corinthians posteriormente travou a concretização imediata do negócio.

Foto: "Reprodução/Twitter"

Foto: “Reprodução/Twitter”

A parte mais difícil da negociação surgiu com a entrada em cena do Corinthians, time que ainda possuía 30 por cento dos direitos econômicos de André e exigiu remuneração por essa parte do passe. A negociação entre as duas partes começou de imediato e chegar a um entendimento não foi fácil segundo escreve a imprensa brasileira, mas o Corinthians optou por manter os 30 por cento para poder sair beneficiado numa potencial venda futura ao invés de cobrar ao Sport Recife no imediato. O clube de Pernambuco está prestes a realizar seu maior investimento da história ao gastar R$ 4 milhões na contratação de André, valor que ronda o 1,2 milhões de euros, batendo a quantia máxima na contratação de Reinaldo Lenis, colombiano que custou R$ 3,1  ao clube em 2016. Sem destaque com o “leão” de Lisboa ao peito, André regressa ao Recife para representar o “leão” rubro-negro tentando se relançar aos 26 anos. Repetir a campanha de 2015 seria um sonho para a torcida do Sport Recife, quando o time esteve perto de chegar à Libertadores mas terminou no 6º lugar – curiosamente, hoje daria acesso à pré da prova continental. O negócio deve ficar definitivamente acertado nessa semana com a liberação total de André para assinar o acordo que valida o retorno ao Sport Recife.

Boas Apostas!