O Palmeiras confirmou na última quinta-feira (01) a saída do técnico Cuca. Depois de algumas especulações por parte de veículos da imprensa brasileira, o clube paulista, que recentemente conquistou o Campeonato Brasileiro, divulgou uma nota oficial em seu site, onde confirmou que Cuca deixará o Palmeiras no fim de 2016, comandando a equipe pela última vez na última rodada do Campeonato Brasileiro de 2016 contra o Vitória no próximo dia 11, em Salvador.

Treinador Cuca em entrevista pelo Palmeiras.

Treinador Cuca em entrevista pelo Palmeiras.

Porém, mesmo com o anúncio da saída de um dos melhores treinadores do Brasil da atualidade, o próprio Cuca prometeu que voltará em um futuro não muito distante para o Palmeiras. “É uma escolha difícil, mas que tive que fazer. Na verdade, como sempre disse, não era nem para ter vindo neste ano. Eu ia me dedicar apenas à minha família em 2016, mas fui convencido pelo Alexandre Mattos, pelo presidente, pelo projeto que foi apresentado a mim e, claro, pelo meu amor ao Palmeiras”, afirmou o técnico Cuca, que ainda lembrou ser um torcedor do Palmeiras a muito tempo. “Torço desde criança, nunca escondi isso de ninguém, e domingo (27) acabei sendo campeão duas vezes: como treinador e como torcedor. Saio do Palmeiras muito feliz e com a missão cumprida. Tenho certeza de que voltarei um dia para continuar a minha história no clube”. Quem também se pronunciou sobre a saída de Cuca foi o presidente do Palmeiras, Paulo Nobre, que mostrou a admiração pelo treinador e afirmou que o clube estará de portas abertas para uma possível volta do técnico. “Pela capacidade técnica, pela identificação com o clube e pela pessoa que é, gostaríamos muito de tê-lo em 2017. Mas entendemos sua escolho. O Palmeiras estará sempre de portas abertas para ele”.

Título do Brasileirão

Goleiro Fernando Prass e Cuca com a taça de campeão brasileiro de 2016.

Goleiro Fernando Prass e Cuca com a taça de campeão brasileiro de 2016.

Antes de dar o seu adeus ao Palmeiras, o treinador Cuca ajudou a equipe a encerrar um jejum de 22 anos sem um título do Campeonato Brasileiro, além de conquistar pela primeira vez o título da principal competição do futebol nacional da sua carreira como treinador. Com uma rodada de antecedência e jogando em casa, o Palmeiras finalmente voltou a soltar o grito de campeão do Campeonato Brasileiro. Com a vitória sobre a Chapecoense por 1×0, o Palmeiras abriu uma diferença de sete pontos para o segundo colocado, Flamengo, diferença essa que não pode mais ser alcançada pela equipe rubro-negra, já que falta apenas uma rodada a ser disputada, fazendo do Palmeiras o mais novo campeão brasileiro, título muito merecido pela ótima campanha feita pela equipe durante todo o ano.

Comandado fora das quatro linhas pelo técnico Cuca e dento do campo pelo capitão Dudu, o Palmeiras ainda tinha no seu elenco jogadores de muita qualidade como o atacante Gabriel Jesus, artilheiro da equipe, os meio-campistas Moises e Roger Guedes, os goleiros Fernando Prass e Jaílson, todos grandes responsáveis pelo título palmeirense. Chegando praticamente no fim da temporada brasileira, o Palmeiras conquistou 77 pontos dos 111 possíveis (contando as 37 rodadas disputadas até agora), conseguindo 23 vitórias, 8 empates e 6 derrotas. Além disso, a equipe paulista marcou 60 gols, tendo o segundo melhor ataque da competição, atrás apenas do Atlético Mineiro com 61 gols, e sofrendo 31, possuindo a melhor defesa do Brasileirão, resultando em um saldo de gols de 29 positivos.

Carreira repleta de conquistas

Cuca quando foi campeão da Libertadores pelo Atlético Mineiro em 2013.

Cuca quando foi campeão da Libertadores pelo Atlético Mineiro em 2013.

Alexi Stival, mais conhecido como Cuca, teve uma boa carreira como jogador, a qual durou cerca de 12 anos. Começando no futebol gaúcho, o curitibano foi revelado pelo Santa Cruz-RS em 1984, passando por Juventude, Grêmio, Internacional, Palmeiras e Santos, e encerrando sua carreira no Coritiba em 1996. Como jogador, Cuca conquistou alguns títulos, sendo a maioria deles pelo Grêmio. Ao todo, foram sete títulos como jogador, sendo cinco deles pelo Grêmio (Campeonato Gaúcho de 1988, 1989, 1990, Copa do Brasil de 1989 e Supercopa do Brasil de 1990), um pelo Internacional (Campeonato Gaúcho de 1991) e outro pelo Remo (Campeonato Paraense de 1994).

Dois anos depois de se aposentar como jogador, Cuca assumiu o Uberlândia como treinador, passando ainda por vários outros clubes brasileiros como São Paulo, Flamengo, Grêmio, Botafogo, Santos, Fluminense, Cruzeiro e Atlético Mineiro, além de uma passagem pelo Shandong Luneng da China. Como treinador, Cuca também conquistou vários títulos como o Campeonato Carioca de 2009 pelo Flamengo, o Campeonato Mineiro de 2011 pelo Cruzeiro, o Campeonato Mineiro de 2012 e 2013 pelo Atlético Mineiro e a Copa Libertadores de 2013 pelo Galo. Na China, conquistou também a Copa da China de 2014 e a Supercopa da China de 2015. O último título foi o Campeonato Brasileiro de 2016, conquistado pelo Palmeiras. Nessa passagem pelo clube paulista, o treinador disputou 52 partidas, conseguindo 29 vitórias, 11 empates e 12 derrotas, resultando em aproveitamento de 61,7%.

Boas Apostas!