Cristiano Ronaldo parece ter nascido para quebrar recordes. Durante toda a sua carreira, o atacante atingiu marcas importantes e quebrou recordes atrás de recordes. E nesta Copa do Mundo não poderia ser diferente. Marcando quatro gols em apenas dois jogos, Cristiano Ronaldo tornou-se o jogador com mais gols por uma seleção europeia, chegando a marca de 85 gols pela seleção de Portugal. Antes do Mundial, CR7 tinha 81 gols e já estava em segundo entre os maiores goleadores de seleções europeias, a frente do húngaro Sándor Kocsis que tem 75 gols pela Hungria e de Miroslav Klose que fez 71 com a Alemanha. Graças aos três gols contra a Espanha e o gol da vitória na última quarta-feira (20) contra Marrocos, Cristiano Ronaldo ultrapassou a lenda húngara Ferenc Púkas, que conseguiu marcar 84 gols pela seleção da Hungria e também pela seleção da Espanha.

Vale destacar que Cristiano Ronaldo e a seleção de Portugal estão cada vez mais próximos de uma classificação para as oitavas de final da Copa da Rússia, vaga que deverá ser sacramentada no dia 25/06, no confronto contra a seleção do Irã, que também luta por uma vaga no Grupo B do Mundial de 2018.

Outros recordes a serem quebrados

Cristiano Ronaldo comemorando seu gol contra Marrocos.

Cristiano Ronaldo comemorando seu gol contra Marrocos.

Agora, o atacante português tentará atingir a marca do iraniano Ali Daei, que fez 109 gols defendendo a seleção do Irã e carrega o título de jogador com mais gols por uma única seleção na história do futebol mundial. Além disso, Cristiano já tem mais gols oficiais por Portugal (68) do que dois dos melhores jogadores da história do futebol, Pelé e Maradona, juntos (somando os gols de cada uma por Brasil e Argentina). Falando apenas da Copa do Mundo da Rússia, CR7 é hoje o artilheiro isolado da competição com quatro gols e busca quebrar o recorde de Just Fontaine, que marcou 13 gols pela seleção da França apenas no Mundial de 1958, vencida pela seleção brasileira de Pelé na Suécia e na qual os franceses ficaram com o terceiro lugar ao vencer a Alemanha Ocidental depois de terem sido eliminados pelo Brasil.

Para ultrapassar Fontaine, Cristiano Ronaldo terá que atingir antes uma marca que há muito tempo não aparece no Mundial. Desde a Copa de 1978, na Argentina, apenas um jogador marcou seis gols ou mais numa edição de Copa, o brasileiro Ronaldo Fenômeno no Mundial de 2002, também vencido pelo Brasil, quando fez oito gols. Os outros balançaram as redes no máximo seis vezes durante uma Copa, exemplo do colombiano James Rodríguez, que marcou seis gols no Mundial de 2014, no Brasil.

Alguns dos outros recordes de CR7

Como dito antes, Cristiano Ronaldo já bateu inúmeros recordes durante sua carreira, todos eles importantes e mostrando que o craque do Real Madrid sabe como marcar gols, seja em competições nacionais ou europeias. Na Liga dos Campeões, por exemplo, torneio o qual o atacante já venceu cinco vezes (uma com o Manchester United e quatro com o Real Madrid), Cristiano Ronaldo pode não estar fazendo uma grande temporada, mas sempre que joga com a bola estrelada volta a ser o goleador que todos conhecem, tanto que se tornou o primeiro jogador a marcar 100 gols na principal competição entre clubes do futebol europeu.

Maior marcador da história em Competições Europeias: 107 gols;

Maior marcador numa edição da Liga dos Campeões da UEFA: 17 gols em 11 jogos (2013/14);

Maior marcador da história da Liga dos Campeões da UEFA: 113 gols;

Maior marcador do Campeonato do Mundo de Clubes da FIFA: 7 gols;

Maior marcador da história do Real Madrid: 450 gols em 439 jogos;

Maior marcador da história da Seleção Portuguesa: 85 gols em 152 jogos;

Maior marcador da história entre Seleções Europeias: 85 gols;

Recorde de gols em diferentes edições do Campeonato Europeu: 4 Edições (2004, 2008, 2012, 2016);

Recorde de gols em diferentes edições de Campeonatos do Mundo: 4 Edições (2006, 2010, 2014, 2018);

Boas Apostas!