O Corinthians vem tendo um grande desafio para reforçar o seu elenco para a próxima temporada. Com baixo orçamento disponibilizado para a busca de novas peças para o elenco corintiano, a diretoria vem buscando jogadores de qualidade que não sejam muito caros, desistindo da contratação de jogadores valorizados, como Rithely, do Sport, e Gabriel, do Palmeiras.

Volante Paulo Roberto, novo reforço do Corinthians.

Volante Paulo Roberto, novo reforço do Corinthians.

Sem poder contratar nenhum desses volantes, o Corinthians de outro jogador da mesma posição, o volante Paulo Roberto, que na última temporada defendeu o Sport e que chegou ao clube paulista por empréstimo de um ano. O clube paulista acertou na última quinta-feira (05) a contratação do volante reserva da equipe pernambucana, o qual já está realizando exames médicos e chegará sem custos nenhum ao Corinthians, já que seu contrato com o Sport já foi encerrado. Quando estava terminando seu vínculo o Sport, Paulo Roberto foi oferecido ao Timão, que conversou com o seu treinador, Fabio Carille, o qual aprovou a contratação do jogador, que deverá assumir a titularidade no elenco corintiano durante essa temporada. Paulo Roberto é considerado um primeiro volante, que possui muita qualidade no passe, experiente e poder de marcação, características essenciais para a posição, a qual está com falta de opções no Corinthians, que conta apenas com o veterano Cristian, que já não é o preferido para a posição, além de Jean, vindo do Paraná e Warian, ainda novato. Depois de passar por várias equipes, como Audax, Atlético Paranaense, Ponte Preta e Figueirense, o volante de 29 anos finalmente terá uma oportunidade de defender uns dos chamados 12 grandes clubes brasileiros.

Volante com muitas passagens

Volante treinador pelo Figueirense.

Volante treinador pelo Figueirense.

O volante mineiro Paulo Roberto da Silva começou sua carreira no Juventus de São Paulo, onde foi revelado em 2007, aos vinte anos. Um ano depois, o jogador foi transferido para o Brasil de Farroupilha, onde ficou apenas um ano. Já em 2009, foi contratado pelo Osasco Audax, com quem disputou o Campeonato Paulista de 2010, sendo emprestado no mesmo ano para o Guarani, onde disputou a Série A do Campeonato Brasileiro, participando de 34 partidas e marcando dois gols, porém, vendo a equipe ser rebaixada para a segunda divisão do futebol brasileiro. No na seguinte voltou ao Audax, onde novamente disputou o Campeonato Paulista e foi novamente emprestado, dessa vez para o Atlético Paranaense, onde disputou apenas uma partida, ficando grande parte do tempo no banco de reservas. Voltando ao Audax para disputar o Paulistão de 2013, Paulo Roberto foi emprestado pela terceira vez, defendendo durante o restando do ano a Ponte Preta, onde disputou apenas três partidas.

A partir de 2013, começou a jogar pelo Figueirense, também emprestado, onde ficou até 2015, ajudando a equipe a ter uma campanha razoável no Campeonato Brasileiro, terminando a competição de 2014 na décima terceira colocação e na décima sexta colocação no ano seguinte, conseguindo fugir da zona de rebaixamento. Ao todo, foram 89 partidas disputadas pelo volante na equipe catarinense e apenas um gol marcado. Já em 2016, o volante defendeu o Bahia e o Sport, ambos por empréstimo, sendo reserva nos dois clubes. Os únicos títulos da carreira de Paulo Roberto foram conquistados com o Figueirense, sendo eles o Campeonato Catarinense de 2014 e 2015.

Novo treinador

Fabio Carille, novo treinador do Corinthians.

Fabio Carille, novo treinador do Corinthians.

No fim de dezembro do ano passado, o Corinthians finalmente anunciou o seu novo treinador, Fabio Carille. Depois de muito procurar, indo atrás de treinador que estava sem clubes e de treinadores que já tinham trabalho, como Dorival Junior (Santos) e Paulo Autuori, e até de tentar contratar o atual treinador do Atlético Nacional, Reinaldo Rueda, campeão da Libertadores, o Corinthians perdeu opções para o cargo e acabou efetivando o seu então auxiliar-técnico, Fabio Carille, que agora será treinador do Timão e tem a missão de arrumar a casa e trazer uma temporada mais positiva para o clube paulista, que na última edição do Campeonato Brasileiro, mesmo brigando por uma vaga na Libertadores, ficou apenas na sétima colocação.

A confirmação da efetivação foi feita poucos dias antes do Natal, onde o diretor de futebol do Corinthians, Flavio Adauto falou sobre Fabio Carille e da tentativa do clube na contratação do atual campeão da Libertadores. “Esse é o nosso técnico, Fabio Carille é o nosso técnico. […] O foco era no número 1, o Reinaldo (Rueda). O empresário dirigiu as conversações. Ele tinha interesse, mas havia o problema de saúde dele”. Ainda segundo Adauto, assim que a negociação com Reinaldo Rueda não prosseguiu, o clube começou a conversar sobre a efetivação de Carille. “A partir do momento da decisão (a impossibilidade de contratação de Rueda), conversamos sobre o assunto e foi uma das coisas mais bem recebidas no Corinthians nos últimos tempos (a efetivação de Carille)”.

Boas Apostas!