Na Europa, o fim-de-semana futebolístico fica marcado pela disputa de mais uma jornada de qualificação para a Copa do Mundo 2018. 54 seleções, divididas em nove grupos de seis, discutem o acesso à fase final do torneio. A sexta rodada arranca esta sexta-feira com a realização de nove desafios e se prolonga até domingo.

Sexta-feira

Franca - SueciaO campeão europeu, representante do “velho continente” na Copa das Confederações que se aproxima, entra em campo nesta sexta-feira. A seleção portuguesa, segunda colocada do grupo B com menos três pontos que a Suíça, se desloca à Letónia em busca de mais uma vitória. Cristiano Ronaldo se juntou ao grupo após a conquista da Liga dos Campeões e está pronto para continuar sua senda goleadora. O time orientado por Fernando Santos só perdeu para a Suíça (2-0) nos primeiros cinco jogos de qualificação e não quer deixar fugir o time helvético que viaja até ao norte da Europa para enfrentar as Ilhas Faroé.

A França, vice-campeã da Europa a jogar em casa, participa daquele que é provavelmente o encontro mais aliciante nesse primeiro de três dias com jogos de qualificação para a Copa do Mundo. O time escolhido por Dider Deschamps viaja até à Suécia, segunda colocada de seu grupo, à procura de defender a vantagem de três pontos. O duelo que vai ser disputado na Friends Arena, palco da final da última edição da Liga Europa, é um dos que gera maiores motivos de interesse. Também no grupo A, a Bulgária tem sido uma agradável prestação nessa qualificação, contrariando os insucessos recentes. A seleção treinada por Petar Huchev – na última rodada derrotou a Holanda (2-0) – vai até à Bielorrússia.

O equilíbrio também deverá dominar o duelo entre a Bósnia Herzegovina e a Grécia, seleções que se defrontam em Sarajevo e seguem na corrida pela qualificação, em um grupo H que é liderado pela Bélgica – vai até à Estónia esta sexta-feira.

Sábado

Em versão rejuvenescida, a campeã do mundo Alemanha entra em cena no sábado, mas dificilmente será posta à prova. A adversária é a frágil seleção de San Marino, mais famosa pelos seus inusitados “tweets” do que por méritos desportivos. Joachim Low optou por deixar várias figuras de proa de fora da convocatória para a Copa das Confederações que se aproxima, concedendo oportunidades a vários atletas que se destacaram na temporada europeia que findou. A Alemanha é líder com cinco pontos  “à maior” em relação à Irlanda do Norte, nação de Will Grigg, eternizado pelos cânticos da bela torcida que passou pela França no verão de 2016. Nessa rodada, os irlandeses viajam até ao Azerbaijão e a República Checa de Karel Jarolim, em claro crescendo, visita a Noruega.

Sábado também é dia de se escrever mais um capítulo na história da rivalidade entre Escócia e Inglaterra, com o time de Gareth Southgate a viajar até Glasgow para enfrentar a “tartan army” em um clássico do futebol europeu.

Domingo

A jornada finaliza no domingo com a realização de mais nove partidas.

Destaque para dois duelos do grupo D: Sérvia – País de Gales e Irlanda – Áustria. Os sérvios querem regressar à fase final de uma grande competição e lideram o respetivo grupo, isso depois de terem passado por uma qualificação atribulada para o Euro 2016, em que chegaram a perder pontos na secretaria. Se vencer o País de Gales, a Sérvia praticamente retirará a equipa semifinalista do Euro 2016 da corrida pelo acesso. A segunda partida desperta muito mais interesse no torcedor, ou não estivéssemos a falar de um encontro entre duas seleções que marcaram presença na fase final do Euro 2016. Após a eliminação na fase de grupos do Euro 2016, a Áustria de Marcel Koller segue desiludindo e corre o sério risco de assistir ao Mundial da Rússia pela tela.

Olhando para a questão classificativa, outra partida que suscita motivos de interesse se disputa no grupo I. A Islândia, segunda colocada da chave com dez pontos, recebe a Croácia, que lidera com 13. Em Reykjavique, a formação nórdica não quer perder a oportunidade de igualar a pontuação do líder, isso depois de ter fascinado a Europa no Euro 2016.

De entre as seleções mais destacadas à escala global, destaque para a entrada em campo de Espanha e Itália no domingo, igualados no topo do seu grupo. Enquanto os espanhóis viajam até à Macedónia, a Itália enfrenta o Liechtenstein em casa.

Boas Apostas!