30 de novembro de 2016. 17h30. Complexo Desportivo Ngwama-Mohube, em Ga-Mphalele. Se disputa a rodada 11 do campeonato da África do Sul entre o modesto Baroka FC e o histórico Orlando Pirates, dois times que nem estão sequer entre os cinco primeiros da tabela. Quase um ano depois, citamos a partida por culpa de Masuluke Oscarine, goleiro de 24 anos que concorre ao prêmio Puskás, galardão atribuído ao melhor golo da época esportiva.

OscarineA FIFA anunciou esta sexta-feira os dez golos que são candidatos ao Prêmio Puskás para o melhor golo da temporada. Entre nomes mediáticos como Olivier Giroud, Mario Mandzukic, Nemanja Matic, Kévin-Prince Boateng ou Moussa Dembelé está um ilustre desconhecido. De seu nome, Masuluke Oscarine, um goleiro de 24 anos que foi opção regular durante a última temporada no Baroka FC, penúltimo colocado do campeonato sul-africano e condenado à disputa de um “play-off” para permanecer entre a elite. Este ano não tem sido utilizado, mas certamente vai ter a honra de marcar presença na gala da FIFA. Tudo graças a um momento de grande inspiração, quando decorria o período compensatório do encontro entre o Baroka FC  e o Orlando Pirates.

Na casa do Baroka FC, o Orlando Pirates passou para a frente do marcador ao minuto 48, gol de Justice Chabalala. Já em desespero, no período compensatório dado pelo árbitro da partida, o time local procurava chegar à igualdade. Ao quinto minuto extra, o goleiro Masuluke Oscarine subiu na área contrária e, de bicicleta, bateu para a rede guardada por Jackson Mabokgwane, alcançando o empate e garantindo a nomeação para o Prémio Púskas. Veja o gol aqui.

Após a partida, o guardião revelou que nunca treinou esse tipo de movimento, mas que durante seu período de base jogou muito tempo como atacante, até aos 16 anos. Em declarações ao kickoff.com, admitiu se tratar do “golo mais memorável de toda a sua carreira”. Agora, Masuluke Oscarine é um dos candidatos a suceder a Mohd Faiz Subri.

Os outros candidatos

Nemanja Matic (Chelsea), Deyna Castellano (Venezuela F, sub-17), Olivier Giroud (Arsenal), Mário Mandzukic (Juventus), Alejandro Camargo (Universidad de Concepcion) , Moussa Dembelé (Celtic), Jordi Mboula (ex-Barcelona), Avilés Hurtado (Atlas) e Kevin Prince Boateng (ex-Las Palmas) completam o lote de candidatos a erguer a premiação. O vencedor será anunciado a 9 de outubro pela FIFA e o torcedor pode participar da decisão ao votar no site oficial da entidade que gere os destinos do futebol mundial clicando aqui.

Boas Apostas!