No mesmo dia em que Cristiano Ronaldo recebeu pela quarta vez na sua carreira o prêmio de melhor jogador do mundo pelo ano de 2016, o treinador italiano Claudio Ranieri foi premiado pela ótima e surpreendente campanha do Leicester City no Campeonato Inglês.

Claudio Ranieri e Diego Maradona.

Claudio Ranieri e Diego Maradona.

Na segunda-feira (09) foi uma cerimônia do “FIFA The Best”, em Zurique, na Suíça, onde foram os melhores jogadores (as) e treinadores (as) do ano de 2016. Durante essa cerimônia, o comandante do elenco campeão inglês em 2016 recebeu das mãos do craque Diego Maradona o prêmio de “Melhor Treinado do Ano”, superando adversários de peso, como Zinedine Zidane, campeão da Liga dos Campeões e Mundial com o Real Madrid, e Fernando Santos, campeão da Eurocopa com a seleção de Portugal. Com a votação sendo dividida pela metade, onde 50% dos votos são dados pelo público, à pedido do presidente da FIFA Gianni Infantino, e por 200 jornalistas do mundo todo, enquanto os outros 50% dos votos são dados por treinadores e jogadores, Claudio Ranieri recebeu a maioria dos votos e coroou a bela campanha feita pela equipe em um dos mais disputados campeonatos do mundo, a Premier League. “Uma fantástica noite estar aqui, e para ganhar esse prêmio eu estou muito louco agora. Muito obrigado por votarem em mim. Quero agradecer minha família, esposa, agente, presidente, jogadores, sem eles seria muito difícil ganhar algo. O Deus do futebol disse que o Leicester precisava ganhar, e ganhou”, afirmou Claudio Ranieri depois de receber o prêmio.

Ranieri e seus jogadores comemorando o título inglês.

Ranieri e seus jogadores comemorando o título inglês.

Assumindo uma equipe que era cotada como uma das favoritas para o rebaixamento, o treinador italiano Claudio Ranieri conduziu o Leicester City, clube centenário de uma pequena cidade ao noroeste de Londres, ao título do Campeonato Inglês e uma classificação para a principal competição europeia de clubes, a Liga dos Campeões, todos feitos inéditos na história do clube. O conto de fadas, como chamam a trajetória do Leicester na temporada 2015/16, terminou com a equipe conquistando 81 pontos, ficando dez pontos a frente do segundo colocado, Arsenal, no Campeonato Inglês. A equipe ainda conseguiu destacar alguns jogadores até então poucos conhecidos, como Jamie Vardy, vice-artilheiro do Campeonato Inglês e artilheiro do Leicester com 24 gols marcados e Riyad Mahrez, meio-campista de muito talento que marcou 17 gols. Além disso, ainda em 2016, Claudio Ranieri ajudou o Leicester a ter boas atuações na Liga dos Campeões, terminando a fase de grupos na primeira colocação do Grupo G, a frente do segundo colocado Porto, e classificado para as oitavas de final, onde o atual campeão inglês enfrentará o Sevilla, da Espanha.

Trajetória do italiano

Claudio Ranieri como treinador do Valencia.

Claudio Ranieri como treinador do Valencia.

Claudio Ranieri começou sua carreira no futebol como jogador, defendendo equipes do futebol italiano, primeiro na Roma, para depois jogar por Catanzaro, Catania e Palermo. Sua carreira como jogador durou pouco, entre 1973 e 1986, totalizando 363 partida e nove gols marcados, tendo em vista que Claudio atuava como zagueiro. Logo depois de se aposentou como jogador, o italiano virou treinador, comandando o Puteolana, da Itália, entre 1987 até 1988. Na sequência, Claudio Ranieri foi para o Cagliari, onde conquistou seu primeiro título, Serie C1 do Campeonato Italiano de 1988/89, além de ter vencido também, na mesma temporada, a Coppa Italia Lega Pro com a equipe italiana.

Já em 1991, passou pelo Napoli, até que em 1993 chegou à Fiorentina, onde conquistou três títulos e um acesso para a elite do Campeonato Italiano. Com a Fiorentina, o treinador conquistou a Serie B do Campeonato Italiano da temporada 1993/94, a Coppa Italia de 1995/96 e a Supercoppa Italiana de 1996. Já entre 1999 e 2000, o italiano mudou-se para o futebol espanhol, comandando o Valencia, com quem teve bons resultados, conquistando a Copa Intertoto da UEFA de 1998 e Copa del Rey de 1998/99. Depois de passar por Atlético de Madrid e Chelsea, Ranieri voltou ao Valencia em 2004, onde novamente teve bons resultados e conquistou a Supercopa da UEFA daquele ano. Em 2007, o treinador voltou para o futebol italiano, comandando o Parma, a Juventus, a Roma e a Inter de Milão. Já em 2012, foi para o Monaco, onde novamente conseguiu bons resultados, conquistando a Ligue 2, segunda divisão do Campeonato Italiano, de 2012/13. Antes de chegar ao Leicester, Ranieri ainda treinou a seleção da Grécia em 2014, ficando pouco tempo e não conseguindo resultados positivos.

Boas Apostas!