Pep Guardiola, técnico do Manchester City.

Pep Guardiola, técnico do Manchester City.

O clube inglês Manchester City, comandado pelo técnico Pep Guardiola vem se reforçando para a temporada 2016/17, desta vez o reforço é uma peça principal do setor defensivo. Segundo a imprensa espanhola, o goleiro chileno Claudio Bravo que tem defendido o clube espanhol Barcelona desde 2014, será negociado com o clube inglês Manchester City. A negociação será concretizada pelo valor de € 20 Milhões (R$ 72,8 Milhões) por três anos de contrato. O salário do goleiro pelo seu novo clube inglês ficará em torno de € 116 mil (R$ 422 mil) semanais. O goleiro Claudio Bravo jogava pelo Real Sociedad de 2006 a 2014, quando foi comprado pelo Barcelona por uma quantia de € 12 Milhões (R$ 43.6 Milhões) se tornando o 14º goleiro mais caro da história, agora com a negociação feita com o Manchester City, o goleiro se tornou o sexto mais caro da história. Com a chegada de Claudio Bravo, o goleiro Joe Hart que vinha atuando deverá perder espaço e até talvez ser negociado com outro clube. O próprio treinador Pep Guardiola já tinha deixado a entender que Joe Hart não fazia parte de seus planos.

Carreira de sucesso

Claudio Bravo atuando pelo Barcelona.

Claudio Bravo atuando pelo Barcelona.

O goleiro chileno Claudio Bravo está atualmente com 33 anos, nascido em 1983 se formou nas bases do clube chileno Colo-Colo, onde estreou profissionalmente em 2002. Pelo clube chileno Colo-Colo, atuou por mais de cento e trinta partidas no período de 2002 a 2006, conquistando o Campeonato Chileno de 2006 (Apertura e Clausura). Em 2006 foi transferido para o clube espanhol Real Sociedad por € 1,2 milhões (R$ 4,3 Milhões) por um contrato de cinco anos. Pelo clube espanhol Real Sociedad, atuou de 2006 a 2014 com mais de duzentas e trinta partidas, sendo campeão da Segunda Divisão Espanhol da temporada de 2009/10.

Em 2014, o goleiro chileno Claudio Bravo foi contratado pelo clube espanhol Barcelona, o custo da negociação foi de € 12 Milhões (R$ 43.6 Milhões), o quarto jogador mais caro vendido pelo Real Sociedad, atrás somente de Darko Kovacevic, Xabi Alonso e Asier Illarramendi. No Campeonato Espanhol da temporada de2014/15, o goleiro Claudio Bravo bateu o recorde de mais tempo sem levar gol em um campeonato espanhol, que pertencia anteriormente ao goleiro Pedro María Artola com 560 minutos. Claudio Bravo ficou um total de 754 minutos sem tomar gol, o recorde foi interrompido em um gol de pênalti batido por Cristiano Ronaldo, em uma derrota do Barcelona para o Real Madrid por 1×3 no Santiago Bernabéu.

Goleiro reserva e bicampeão da Copa América

Claudio Bravo, Campeão e Luva de ouro na Copa América Centanário 2016.

Claudio Bravo, Campeão e Luva de ouro na Copa América Centanário 2016.

O técnico do Barcelona Luis Enrique começou a revezar a posição de goleiro no time, em um primeiro momento, o técnico reservou o Campeonato Espanhol para o experiente Claudio Bravo e a Liga dos Campeões e Copa do Rei para o jovem goleiro alemão Marc-André Ter Stegen de 22 anos. Primeiramente tudo deu certo, o Barcelona conquistou a Tríplece Coroa, com boas atuações dos dois goleiros. Claudio Bravo tomaria somente 21 gols em 38 jogos, determinando a defesa menos vazada do Campeonato.

O goleiro atuou pela seleção chilena desde o Sub-17, Sub-20 e Sub-23. Com estreia na seleção principal do Chile em 2004 contra o Paraguai em jogo disputado pela Copa América, participou da Copa América de 2007 e desde então é titular da seleção. Participou da Copa do Mundo de 2010,foi campeão da Copa América como anfitrião em 2015 vencendo a final contra a seleção da Argentina nos pênaltis. Em 2016 na edição centenária da Copa América nos Estados Unidos, foi campeão novamente, repetindo a final contra a seleção da Argentina com disputa nos pênaltis.

Na temporada de 2015/16, após ter sido campeão da Copa América pelo Chile, o técnico do Barcelona Luis Enrique, colocou o jovem goleiro alemão Marc-André Ter Stegen como titular da equipe do Barcelona. Não se sabe bem ao certo o critério que o técnico usou, porém a insatisfação de Claudio Bravo deve ter motivado e muito a saída do goleiro do Barcelona, sentido ao clube inglês Manchester City.

Boas Apostas!