Alexander Nouri é o nome do terceiro técnico a receber ordem de demissão nessa Bundesliga 2017/18. O Werder Bremen anunciou o despedimento do técnico nesta segunda-feira (30).

Foto: "Ulrich Hufnagel/Xinhua"

Foto: “Ulrich Hufnagel/Xinhua”

Derrotado em casa pelo Ausgburg por três bolas a zero na rodada 10 da Bundesliga, o Werder Bremen segue no penúltimo posto da tabela classificativa da prova, em posição de relegação ao segundo escalão do futebol germânico. A diretoria do clube considera que os cinco pontos conquistados pelo time nas dez primeiras rondas correspondem a uma registo manifestamente insuficiente e a solução passou por demitir o técnico Alexander Nouri.

O técnico de 38 anos se encontrava à frente do Werder Bremen desde setembro de 2016, tendo conduzido o time ao 8º posto da Bundesliga 2017/18, resultado satisfatório aos olhos dos responsáveis do clube que optaram por manter o técnico para encarar a nova temporada. No entanto, nos 12 primeiros jogos oficiais da atual temporada (dez para o campeonato e dois para a Copa da Alemanha), o Werder Bremen conquistou apenas duas vitórias, curiosamente ambas para a Copa. A primeira frente ao modesto Wurzburger Kickers (0-3) no primeiro encontro oficial da temporada e a segunda na semana anterior, frente ao Hoffenheim (1-0), uma das boas equipas do campeonato. A eliminação aplicada à equipa treinada por Julian Nagelsmann não foi suficiente para aguentar Alexander Nouri, técnico que deixar o Werder Bremen sem nenhuma vitória nesta Bundesliga 2017/18, saldo negativo que é igualado apenas pelo “lanterna” Colónia. Após o despedimento, o diretor executivo do Werder Bremen Frank Baumann agradeceu a Nouri o sucesso alcançado na época anterior, “em um ano marcado por uma situação bastante difícil”.

Na próxima rodada, o Werder Bremen se desloca a Frankfurt para defrontar o Eintracht local, encontro em que o time vai ser orientado por Florian Kohfeldt, técnico da formação de reservas que agora vai assumir o comando a título interino.

Terceira vítima

Alexander Nouri é o terceiro técnico demitido na atual edição da Bundesliga. Andries Jonker foi o primeiro técnico a abandonar o clube em que iniciou a temporada, ao deixar o Wolfsburg ainda no mês de setembro. Já há cerca de um mês, se deu a queda mais mediática: Carlos Ancelotti deixou a liderança do campeão Bayern de Munique após uma derrota por três a zero frente ao PSG, no Parc des Princes, para a Liga dos Campeões. Os responsáveis do Werder Bremen estudam agora os potenciais sucessores do treinador, ainda que a possibilidade de Florian Kohfeldt ser efetivado não mereça ser desconsiderada, técnico que terá uma semana inteira para preparar o encontro com o Eintracht Frankfurt, marcado para a próxima sexta-feira (3).

Boas Apostas!