A Chape estreou no Catarinense 2017 com uma vitória por dois a um na Arena Condá, frente ao Inter de Lages. O time venceu pela primeira vez com o comando de Vagner Mancini e o jogo ficou marcado pela homenagem de Wellington Paulista a Bruno Rangel. Cada jogo em Chapecó é uma emoção.

Foto: "Sirli Freitas/Chapecoense"

Foto: “Sirli Freitas/Chapecoense”

A primeira rodada do campeonato Catarinense ficou marcada pela vitória da Chapecoense contra o Inter de Lages por dois a um. Curiosamente, em 2016, a Chape também tinha estreado nessa competição com uma vitória pelo mesmo placard frente a esse adversário. Com as bancadas da Arena Condá repletas e o sobrevivente Alan Ruschel nos comentários, a Chape foi para o campo à procura da primeira vitória oficial dessa temporada. Após o empate a dois para o Palmeiras na partida de homenagem e do empate sem gols com o Joinville, a Arena Condá pôde voltar a celebrar gols oficiais. O segundo foi vivido com muita emoção e ainda houve tempo para paralisar o jogo ao minuto 71 em homenagem às 71 vidas que se perderam com a tragédia.

WP9 homenageia BR9

Wellington Paulista chegou no “Verdão do Oeste” decidido em honrar a memória de todos os que perderam a vida no desastre aéreo de Antioquia. Escolheu a camisa 9 que era de Bruno Rangel, artilheiro da Chape, e nesse gol apontado ao Inter de Lages não esqueceu a memória de Rangel. Ao marcar o gol, mostrou o número 9 na camisa e apontou para o céu. Na saída para as cabines, se assistiu a mais um momento de grande emoção. De voz embargada e lágrimas nos olhos, Wellington Paulista, cedido pelo Fluminense, demorou a organizar seu discurso. Quando conseguiu, lembrou a memória do ex-camisa 9 da Chape, revelou que falou com a mulher de Rangel e prometeu honrar a camisa. O centroavante briga por se destacar na luta pelo sexto título estadual do “Verdão do Oeste”.

Preparação difícil

A diretoria do clube fez um esforço imenso para ter o time a postos para a competição já nessa temporada de 2017. Nessa primeira etapa da temporada, o conjunto treinado por Vagner Mancini pode se ressentir disso mesmo, tal como Wellington Paulista falou à imprensa: “A gente sabe que vai ser difícil ganhar o título, porque o time foi montado às pressas e não estamos 100% fisicamente ainda”. Exatamente dois meses depois da tragédia, a Chape voltou a sorrir com uma vitória graças aos gols de Niltinho e Wellington Paulista. O técnico Vagner Mancini se declarou satisfeito com o desempenho do time dentro das quatro linhas.

O novo time da Chape ainda espera alcançar a melhor forma e ganhar o melhor ritmo para encarar a temporada, até porque os responsáveis do clube rejeitaram a imunidade à descida propostas pelos restantes clubes. Mais do que lutar por conquistar o torneio, a participação nesse Catarinense vai ser uma preparação fundamental. A “Chape” ainda precisa ganhar uma “cara” para enfrentar a temporada mais dura de toda a sua existência. Para já, a segunda rodada do Catarienense está aí e o “Verdão do Oeste” viaja para Tubarão nessa terça-feira para enfrentar o time local do Atlético.

Boas Apostas!