Festa verde e branca em Glasgow. O Celtic celebrou a conquista do sétimo título consecutivo de campeão, prolongando sua hegemonia em solo escocês. Os “católicos” celebraram à custa do principal rival, o Rangers.

Foto via "Evening Times"

Foto via “Evening Times”

O calendário do “play-off” da Premier League escocesa ditou um confronto entre Celtic e Rangers e a quatro jornadas do fim. Quis o destino que esse “Old Firm” que opõe os maiores rivais do futebol escocês fosse decisivo relativamente à conquista do título.

Os comandados de Brendan Rodgers subiram ao gramado do Celtic Park sabendo que uma vitória seria suficiente para poder celebrar a conquista de mais um título de campeão escocês, isso num dia em que poderia ter um sabor ainda mais especial, dado que, pela frente, o Celtic teria os rivais “protestantes” do Rangers.

Desde a descida do Rangers até ao escalão mais baixo do futebol escocês que as diferenças entre os dois “velhos rivais” dispararam, de tal forma que o desfecho desse desafio é tudo menos surpreendente. A goleada começou a ser construída desde cedo por Odsonne Édouard, jogador emprestado pelo PSG que apontou o primeiro gol aos 14 e dilatou a vantagem aos 41. James Forrest aumentou a contagem antes do intervalo e, no segundo tempo, os internacionais Tom Rogic e Callum McGregor selariam um triunfo incontestável do heptacampeão escocês. Brendan Rodgers, técnico ex-Liverpool, participou da conquista do 49º título de campeão escocês da história do Celtic, time que tem 36 edições da Copa e 17 da Copa da Liga. Em termos europeus, o Celtic conquistou a Taça dos Campeões Europeus na época 1966/67, na final ganha à Inter de Milão.

Vencedor do “triplete” interno na última temporada, o Celtic poderá muito bem voltar a cumprir esse objetivo: antes de ter conquistado o campeonato, o time “católico” já havia vencido a Taça da Liga 2017/18 frente ao Motherwell. A decisão da FA Cup, escocesa, agenda para 19 de maio, também colocará o Celtic frente a frente com o Motherwell.

Por outro lado, ao Rangers, derrotado nesse “Old Firm”, restará discutir o segundo lugar da tabela com Aberdeen (mais três pontos) e Hibernian (em igualdade pontual). Na próxima rodada, o Celtic viajará até ao terreno do Hearts em ambiente de consagração.

Boas Apostas!