Definitivamente o ano de 2016 não está terminando como o torcedor colorado esperava.

Argel Fucks, Falcão e Celso Roth, três técnicos do Internacional somente em 2016

Argel Fucks, Falcão e Celso Roth, três técnicos do Internacional somente em 2016

Após ser campeão estadual pela sexta vez consecutiva, o Internacional iniciou muito bem o Campeonato Brasileiro da Série A e chegou a liderar a competição por três rodadas, porém alguns resultados negativos culminando com a derrota em casa para o Grêmio por 0x1 e uma derrota fora de casa por 1×0 para o fraco Santa Cruz acabou com a demissão do então técnico Argel Fucks. No momento da saída de Argel Fucks, o Internacional acumulava cinco derrotas e um empate.

Com a saída de Argel Fucks, o ex-jogador e ídolo do Internacional Falcão, passou a assumir o time já na rodada seguinte, décima quinta rodada. Falcão iniciaria mais uma sequência negativa, em seu comando foram cinco jogos com dois empates e três derrotas. A demissão de Falcão ocorreu no empate em 2×2 contra o Fluminense. Celso Roth foi anunciado como novo treinador em um jogo fora de casa contra o Chapecoense, jogo qual foi derrotado por 1×0. O Internacional de Celso Roth ainda empataria as próximas duas partidas por 1×1, em casa contra o São Paulo e fora contra o Sport, antes de encerrar uma das piores sequências sem vitória de uma equipe da Série A da história, foram nove derrotas e cinco empates. Na sequência do Internacional, o time de Celso Roth venceria em casa o Santos por 2×1, encerrando a série sem vitórias. Porém, na sequência, foram quatro derrotas e depois o time oscilou entre vitórias, empates e derrotas. O último resultado de Roth foi o empate em 1×1 jogando em casa contra a Ponte Preta. Este resultado foi a gota d’água, Roth foi demitido e quem anunciou foi Fernando Carvalho, vice-presidente de futebol do Internacional, que explicou a medida tomada: “Esperamos que mude. É claro que é difícil, mas entendemos que nesse momento, para reagrupar os jogadores e ter novamente o apoio da torcida, era necessária essa troca”, declarou.

Sai Roth, entra Lisca

Lisca, o novo técnico do Internacional.

Lisca, o novo técnico do Internacional.

Sob o comando de Celso Roth, o time do Internacional conquistou seis vitórias, seis empates e dez derrotas. O time encontra-se com grandes probabilidades de ser rebaixado, a situação estava tensa e a queda de Celso Roth se deu após o empate em casa contra a Ponte Preta por 1×1, jogo válido pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro. Agora o Internacional encontra-se na décima sétima colocação entre os quatro times da ZR.

A situação desesperadora do Internacional, levou a diretoria do clube a tomar uma atitude urgente, no mesmo dia do empate contra a Ponte Preta, a diretoria anunciou as 23h05 (horário de Brasília) a demissão de Roth. Já às 2h da madrugada do dia 18/11, nem 3 horas após à demissão de Roth, o técnico Lisca foi anunciado. Agora o time passa a ser comandado pelo técnico “Lisca” Luiz Carlos Cirne Lima de Lorenzi. O técnico de 44 anos, iniciou sua carreira como técnico nas categorias de base do Internacional, deixou o clube para ganhar experiência e rodou por clubes do Sul e Nordeste, seu último clube foi o Joinville na Série B, onde foi demitido em setembro, após a derrota para o Vasco.

Situação delicada do Internacional

Fernando Carvalho, vice-presidente de futebol do Internacional.

Fernando Carvalho, vice-presidente de futebol do Internacional.

O empate jogando em casa contra a Ponte Preta pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro complicou ainda mais a situação do time colorado, considerado um jogo em que a vitória era fundamental e obrigatória, agora com os dois pontos perdidos e a demissão de Celso Roth, a missão nos próximos três jogos deve ser bastante difícil. Atualmente com 39 pontos, o Internacional encontra-se na Zona de Rebaixamento e tem pela frente os seguintes jogos: Corinthians (fora), Cruzeiro (casa) e Fluminense (fora). O Internacional ainda tem que torcer contra o Vitória que tem os mesmos 39 pontos só que tem mais gols marcados.

A respeito desta situação difícil, Fernando Carvalho, vice-presidente de futebol do Internacional, comentou após a demissão de Celso Roth: “É uma forma que encontramos para reoxigenar o vestiário, que está muito abatido e não vem dando resposta, para que consigamos, ainda que faltando três jogos, reagrupar novamente e trazer uma nova ideia para o departamento de futebol” Carvalho ainda disse que o time tem condições de escapar do rebaixamento: “O time tem bons jogadores, em condições de sair ainda da situação em que se encontra e por isso estamos aqui trabalhando”, afirmou o dirigente. “Estou aqui para tentar resolver um problema seríssimo na história do clube e vou seguir, a despeito de algumas críticas, que são naturais”, afirmou.

Boas Apostas!