No último domingo (30) o tenista brasileiro Marcelo Melo conquistou o ATP 500 de Viena, disputando a competição ao lado do polonês Lukasz Kubot, com quem já havia conquistado o torneio em 2015, decidindo o título contra o austríaco Oliver Marach e o francês Fabrice Marin e vencendo de virada por 2 sets a 1, com parciais de 4-6, 6-3 e 13-11. Esse foi o terceiro título de Marcelo Melo em 2016, sendo o 22º da sua carreira. Durante este ano, o brasileiro conquistou o Master 1000 em Cincinnati nos Estados Unidos e em Toronto no Canadá, sendo que ambos foram vencidos ao lado de bósnio Ivan Dodig. A parceria entre Melo e Dodig foi paralisada porque o bósnio se afastou das competições de duplas para tentar se recuperar no ranking do simples e por isso o brasileiro vem variando de parceiro nas últimas semanas.

Como defendeu os 500 pontos de Viena, Marcelo Melo deverá permanecer na sétima colocação do ranking da ATP das duplas, logo a cima do companheiro fixo, Ivan Dodig, que está na oitava colocação. Com a colocação mantida no ranking, o brasileiro disputará ao lado de Ivan Dodig o ATP Finals, torneio disputado pelos oito melhores colocados do ranking mundial tanto no simples quanto nas duplas, enquanto o outro brasileiro, Bruno Soares, que ocupa a segunda colocação no ranking das duplas, também está classificado para a competição e disputará ao lado de Jamie Murray.

Cibulkova conquista o WTA Finals

Dominika Cibulkova com a taça de campeã.

Dominika Cibulkova com a taça de campeã.

No último domingo (30) a eslovaca Dominika Cibulkova conquistou o título mais importantes da sua carreira até agora, o WTA Finals de 2016, disputada em Cingapura pelas oito melhores tenistas da atualidade. Enfrentando a grande favorita ao título, a alemã Angelique Kerber que atualmente é a número um do ranking mundial feminino, a eslovaca conseguiu uma vitória por 2 sets a 0, com parciais de 6-3 e 6-4. Aos 27 anos, Cibulkova disputou pela primeira vez o WTA Finals, assim como a tcheca Karolina Pliskova e a norte-americana Madison Keys e teve a felicidade de tornar-se campeão, sendo a primeira tenista da Eslováquia a vencer um dos principais torneios do tênis feminino, o qual encerra a temporada feminina. “Cheguei aqui pela primeira vez e saio campeã, é uma grande felicidade. Tive sorte na primeira fase e hoje voltei a ter na final. Kerber foi minha inspiração neste ano e esta é o momento mais importante na minha carreira”, afirmou Cibukova depois da conquista.

Com o título do WTA Finals, a eslovaca terminará a temporada na quinta colocação do ranking mundial da WTA, enquanto a vice-campeã, Kerber, se manterá na liderança, alcançada ainda no início de setembro, contando com a eliminação de Serena Williams no US Open e conquistando a competição norte-americana.

Makarova e Vesnina vencem as duplas

Makarova e Vesnina com a taça de campeãs.

Makarova e Vesnina com a taça de campeãs.

Quem também conquistou um título no último domingo foram as russas Ekaterina Makarova e Elena Vesnina, que venceram a norte-americana Bethanie Mattek-Sand e a tcheca Lucie Safarova por 2 sets a 0, com parciais de 7-6(5) e 6-3 e conquistaram o título das duplas do WTA Finals, em Cingapura. A final teve a duração de 1h38m, onde as russas, que já havia sido campeãs nas Olimpíadas do Rio, conseguiram interromper a sequência de 18 vitórias seguidas das adversárias e de quebra conquistaram um dos mais importantes títulos do tênis feminino. Com esse resultado, a norte-americana Mattek-Sands não conseguirá ultrapassar a indiana Sania Mirza no ranking mundial de duplas femininas, permanecendo na quinta colocação, enquanto as russas Elena Vesnina e Ekaterina Makarova ocupam a sétima e oitava colocação, respectivamente.

Em agosto deste ano, as russas vieram ao Brasil e disputaram o torneio de duplas femininas nos Jogos Olímpicos do Rio. Na competição olímpica, Makarova e Vesnina enfrentaram jogadoras de qualidade, eliminando as espanholas Garbiñe Muguruza e Carla Suárez Navarro nas quartas de final e vencendo as russas Timea Bacsinszky e Martina Hingis por 2 sets a 0, conquistando assim a medalha de ouro das Olimpíadas do Rio.

Boas Apostas!