A fase de grupos do campeonato da Europa de sub-21 2017 só termina no domingo, porém, em solo polonês, já houve lugar a uma surpresa. A Suécia, campeã em título que conquistou o troféu em 2015, foi eliminada na fase de grupos, abandonando a prova sem nenhuma vitória. Inglaterra e Espanha já estão apuradas e ficam a aguardar para conhecerem os adversários das semifinais.

O Euro sub-21 reúne 12 seleções divididas por três grupos de quatro, avançando depois para as semifinais. Se em 2015, na República Checa, se apuravam os dois primeiros colocados em uma competição disputada a dois grupos, nesta vez, as contas são diferentes: Para além de se apurarem os primeiros colocados de cada um dos grupos, haverá um lugar nas semis para a melhor seleção de entre as que terminarem as respetivas chaves na segunda posição. No grupo A, único com três rodadas já disputadas, a Inglaterra avançou para a fase seguinte com sete pontos, enquanto a Eslováquia está na segunda posição com seis e aguarda para saber se é a melhor segunda colocada. A campeã Suécia e a anfitriã Polónia estão fora.

Suécia eliminada

Foto: "Getty Images"

Foto: “Getty Images”

A seleção da Suécia abandona o Euro sub-21 2017 de forma inglória, sem vitórias. A eliminação de campeãs em títulos nessas competições de base não é tão estranha quanto isso: afinal, por muita responsabilidade que a posse do título acarrete, a verdade é que estamos perante uma nova geração de jogadores.

Nesse grupo A, a principal adversária da Suécia era a Inglaterra, nação que deu continuidade ao bom verão de 2017 ao nível das seleções de base, isso após ter vencido a Copa do Mundo de sub-20 e erguido o troféu do prestigiado Torneio de Toulon. O primeiro desafio dos nórdicos correspondeu precisamente a um empate sem gols com a Inglaterra. Se seguiu nova igualdade (2-2) com a Polónia e, na derradeira rodada, ainda com chances de apuramento, a Suécia caiu com estrondo frente à Eslováquia (3-0), seleção que agora espera para conhecer seu destino. Para já, a Eslováquia precisa atentar na prestação portuguesa. A seleção que é vice-campeã da Europa tem três pontos e a possibilidade de alcançar os seis caso vença a Macedónia nesta terceira rodada da fase de grupos. Porém, vencer não será suficiente para a seleção portuguesa entrar na luta pelo apuramento, uma vez que tem uma desvantagem no capítulo dos gols marcados em relação à Eslováquia – tem os mesmos três sofridos. Caso Portugal vença a Macedónia por três a zero, tudo ficará iguaL: Pontos (critério 1), diferença de golos (critério 2) e golos marcados (critério 3). Face a este cenário, a classificação seria baseada em um critério disciplinar, avançando a equipa com menos pontos disciplinares resultantes de cartões amarelos e vermelhos nessa fase de grupos. O sistema funciona da seguinte forma: Cartão vermelho = 3 pontos, expulsão por acumulação de amarelos = 3 pontos, cartão amarelo = 1 ponto. A equipa mais disciplinada avançaria para as semifinais.

Grupo C

No grupo C ainda não há apurados e a derradeira rodada promete ser bem interessante. A Alemanha, atual líder com seis pontos, enfrenta a congénere de Itália, que tem três. A República Checa é segunda colocada com os mesmos três depois de ter vencido a congénere transalpina e se prepara para defrontar a Dinamarca, única seleção que ainda não pontuou nessa fase final do Euro sub-21 2017. Nessa chave também há possibilidade de sair um dos melhores segundos colocados.

Boas Apostas!