Gianluigi Buffon é uma lenda das balizas e seu nome se confunde com a da Juventus. Este sábado (19) vai ser bem emotivo em Turim com a despedida do guardião de 40 anos.

BuffonDesde 2001/02 ao serviço da Juventus, Gianluigi Buffon construiu uma história bonita ao serviço da “Vecchia Signora” e, aos 40 anos, se prepara para abandonar o clube. O guardião mais caro de sempre à época – quando deixou o Parma para assinar pela Juventus – resistiu a tudo com a camisa juventina, inclusive a uma descida ao segundo escalão que foi consequência do escândalo de corrupção “Calcio Caos”, contribuindo para o retorno do time ao escalão máximo com a conquista do título.

Habitual titular no time comandado por “Maxi” Allegri, Buffon contribuiu decisivamente para a conquista do heptacampeonato da Juventus e esta época leva 33 jogos disputados. Nas últimas sete temporadas, fez sempre mais de 30 partidas em cada uma delas.

O palmarés de “Gigi” Buffon no clube é invejável: nove edições da Série A, cinco da Coppa Italia, uma da Série B e outra da Supercopa. Em termos europeus, venceu a extinta Copa UEFA com o Parma. Ao serviço das cores nacionais, para além de um campeonato da Europa de sub-21, ergueu o título de campeão do mundo em 2006, na Copa da Alemanha.

Em termos individuais, para além de ter ganho o prémio “Lev Yashin” uma vez, foi galardoado com o título de melhor guarda-redes da UEFA em três ocasiões.

O anúncio

A Juve chega à 38ª e última rodada dessa Série A 2017/18 com o título de campeã já conquistado. Frente ao Hellas Verona, emblema que também já sabe que na próxima temporada disputará a Série B, o principal motivo de interesse dessa partida corresponderá precisamente à despedida de Gianluigi Buffon, guardião que já anunciou formalmente que será seu último desafio.

Em uma coletiva de imprensa em que surgiu acompanhado de Andrea Agnelli, presidente do clube, “Gigi” Buffon comunicou de modo visivelmente emotivo que o embate com o Hellas será o último com a camisa da “Vecchia Signora”: “No sábado jogarei meu último jogo pela Juve, creio que será a melhor maneira de pôr um ponto final nessa aventura”. De resto, segundo o próprio, esse será um dia “cheio de emoções” resultantes de um “percurso extraordinário”.

Buffon é o segundo jogador com maior número de jogos na Série A (471), apenas superado por Paolo Maldini.

Boas Apostas!