A situação de Antonio Conte no comando do Chelsea é um dos temas na ordem do dia. Os ingleses da “BBC” noticiam que, para já, o treinador italiano vai continuar no clube.

Foto: "Michael Regan/Getty Images"

Foto: “Michael Regan/Getty Images”

A temporada em Stamford Bridge não começou bem para Antonio Conte, treinador que ao dispensar Diego Costa “comprou uma guerra” com o proprietário do clube Roman Abrahmovic. Ainda assim, ostentando o estatuto de técnico campeão, Conte se manteve na liderança do time principal.

Os resultados, esses, não têm sido brilhantes e Antonio Conte está uma posição cada vez mais desconfortável. Após ter sido surpreendido em casa pelo Bournemouth (0-3) a meio da semana passada, nessa segunda-feira, o Chelsea saiu goleada do Vicarage Road pelo Watford por quatro a um, resultado peaso que complica ainda mais a situação do italiano. O despedimento foi um cenário imediatamente colocado na mesa pela imprensa internacional e, na manhã dessa terça-feira (6), o jornal catalão “Sport” já assegurava que Luis Enrique se preparava para assumir o cargo de treinador principal do Chelsea, confirmando mesmo que o treinador já estaria na cidade de Londres. Após a partida, Antonio Conte já tinha assumido sua intenção de continuar no clube: “Fico e vou continuar a trabalhar”.

Ao início da tarde, os ingleses da “BBC” avançaram que, para já, Antonio Conte vai continuar a liderar o elenco “blue”. Ainda que não haja recurso a fontes oficiais, a mesma fonte escreve que os dois próximos desafios vão ser decisivos para o futuro do treinador no Chelsea. A diretoria do clube espera que o time seja capaz de dar sinais de recuperação nas partidas frente ao “lanterna” West Bromiwch Albion para a Premier League bem como diante do Hull City para a FA Cup. Para além disso, apesar dos resultados menos bons, todos os objetivos do Chelsea nessa temporada permanecem intactos, ainda que a prestação na Premier League esteja algo aquém e o Manchester City tenha a conquista do caneco muito bem encaminhada. Chegados a janeiro, o Chelsea está em posição de acesso à fase de grupos da Liga dos Campeões da próxima temporada, assegurou a presença nas oitavas da prova de clubes mais importante da Europa e também segue na FA Cup, lamentando apenas a eliminação na Copa da Liga inglesa.

Essas duas próximas partidas são essenciais por outro motivo: se aproxima uma fase “infernal” para o Chelsea que compreende quatro jogos: os “Blues” vão defrontar os dois “Manchesters” (City e United) e têm os dois choques com o Barcelona para as oitavas da Liga dos Campeões no horizonte.

Boas Apostas!