Independentemente do que aconteça até ao fecho da janela de transferências europeias, Corentin Tolisso é um dos maiores destaques do defeso. O jovem meia de 22 anos motivou um investimento a rondar os 41,5 milhões de euros em seus serviços. O negócio foi oficializado esta quarta-feira e o meia gaulês assinou contrato válido até 2022.

Foto: Bayern

Foto: Bayern

A contratação de Corentin Tolisso por parte do Bayern de Munique está longe de surpreender. O clube bávaro viu Xabi Alonso “pendurar as chuteiras” precisou de recorrer ao mercado para suprimir a lacuna deixada pelo espanhol. A necessidade motivou um investimento em um jogador que tem demonstrado suas qualidades no principal escalão francês desde a temporada 2013/14. Sem ser o mais exuberante dos médios, o meia de 22 anos que tem nacionalidade francesa e togolesa foi acumulando experiência com a camisa do Lyon, desempenhando um papel importante nas últimas temporadas. A época 2016/17 foi de afirmação. Na quarta temporada de Ligue 1, bateu o seu “recorde” de utilização ao participar em 47 partidas, superando as 45 da temporada anterior. A nível ofensivo, foi de longe a melhor, ao apontar 14 gols ao serviço da formação treinada por Bruno Genesio.

Revelado pela base do Lyon, o jogador vinha sendo muito assediado nesta janela europeia, tanto que os primeiros rumores até colocaram Corentin Tolisso na rota dos londrinos do Chelsea. A imprensa inglesa chegou a noticiar a possibilidade de os “Blues” cederem o zagueiro Kourt Zouma para poderem fechar a contratação de Corentin Tolisso, hipótese que caiu. A concorrência levou o Bayern de Munique a realizar um avultado investimento em um jogador que nem é dos mais mediáticos do Lyon, sobretudo quando comparado, por exemplo, com Alexandre Lacazette, jogador que tem a transferência para o Atlético de Madrid em sério risco por conta do castigo aplicado pela FIFA ao time do Vicente Calderón, inviabilizando a inscrição de jogadores até dezembro. No meio-campo do Lyon, confirmada está também a saída de Mathieu Valbuena, meia que se mudou para os turcos do Fenerbahçe.

O Bayern de Munique, dotado de enorme poder financeiro e como clube comprador que é, se dispôs a oferecer uma elevada quantia pelo jogador que é internacional sub-21 pela França, até porque falamos de um jogador com ótima margem de progressão e perspetiva de valorização.

Na época passada, ainda antes do triunfo português no Europeu 2016, o Bayern de Munique tinha garantido a contratação do jovem Renato Sanches ao Benfica, jogador que segundo a imprensa alemã poderá ser cedido, embora Carlo Ancelotti já tenha afirmado que conta com o meia para esta temporada. Agora, Renato terá um companheiro no setor intermediário, embora Corentin Tolisso seja um meia com caraterísticas diferentes, que oferece outro tipo de solução. Podemos definir Tolisso como um volante “moderno”, bem adaptado às exigências do futebol atual.

Boas Apostas!