Relegado para a Ligue 2 no gramado, condenado à National 1 na secretaria. “Um mal nunca vem só” e o Bastia que o diga, emblema que terminou a temporada a jogar a Ligue 1 vai começar a próxima no equivalente ao terceiro escalão do futebol francês.

Caso idêntico ao do TSV Munchen 1860

Foto: Bastia

Foto: “SC Bastia”

O Bastia vive um autêntico pesadelo, bem na linha daquilo que aconteceu ao TSV Munchen 1860 no final da temporada 2015/16. Ambas as equipas baixaram duas divisões em uma só época e pelo mesmo motivo – questões financeiras. Os germânicos que competiam no segundo escalão do seu país foram condenados a uma descida ao quarto escalão, divisão amadora.

Após uma temporada 2015/16 bem segura em que o Bastia terminou acima do meio da tabela do principal escalão francês, nada fazia prever tamanho descalabro na época seguinte. “Lanterna vermelha” da Ligue 1 2016/17, o Bastia desceu de forma direta à Ligue 2. Embora tenha lutado até às últimas consequências pela permanência, o time do Bastia não foi capaz de se segurar à elite, terminando o campeonato com apenas 34 pontos conquistados em 28 jornadas, menos três que o Carn (17º) e que o Dijon (16º). O time detentor do pior registo atacante (29 golos marcados) da Ligue 1 em igualdade com o Nancy – também relegado – teve uma temporada instável, apresentando inclusive um elenco limitado para as exigências da prova. O técnico francês François Ciccolini caiu a meio da campanha para ceder seu lugar a Rui Almeida, mas o técnico português não foi capaz de aguentar o time entre os melhores 20 da França.

Se a relegação à Ligue 2 já era, por si só, uma péssima notícia, que dizer da descida ao National 1, o equivalente à terceira divisão do futebol francês? O cenário se confirmou e na temporada 2017/18, o Bastia terá que disputar a prova.

Esta decisão surge na sequência de uma auditoria realizada pela DNCG, entidade responsável por vigiar as finanças dos clubes profissionais da França. As irregularidades detetadas foram de tal forma graves que a sanção aplicada ao Bastia foi uma nova relegação. De resto, a notícia nem sequer foi recebida com surpresa pelo clube. Embora a diretoria do Bastia estivesse a preparar o elenco para disputar a Ligue 2, já receava algo semelhante, dado que o emblema está longe de respirar saúde financeira. Durante a tarde de terça-feira, o clube colocou em seu site oficial o castigo imposto pela DNCG, aparentemente conformado com a decisão. O clube parece acarretar a punição e admitiu inclusive não ter fundos suficientes para competir na Ligue 2 em 2017/18.

Boas Apostas!