O diário desportivo espanhol “Marca” escreve que o Barcelona tem seguido atentamente os passos de Nabil Fékir, jogador do Lyon que na última semana terá sido observado “in loco” no Gerland, frente ao Mónaco. O jogador de 24 anos é visto como uma alternativa a Coutinho.

Foto: "Twitter OL"

Foto: “Twitter OL”

A armada francesa às ordens de Ernesto Valverde poderá vir a receber um reforço de peso. O internacional francês Nabil Fékir poderá juntar-se a Samuel Umtiti, Lucas Digne e Ousmane Dembélé, uma vez que tem vindo a ser seguido atentamente pelos olheiros do clube catalão. Segundo o jornal espanhol “Marca”, os responsáveis pelo scouting do Barcelona seguem os passos de Nabil Fékir há vários meses, porém, o interesse se terá intensificado nos últimos tempos, algo que teve repercussões em termos práticos. Na última quinta-feira (2 de novembro), o Lyon recebeu e venceu o Everton por três bolas a zero em partida relativa à quarta jornada da fase de grupos da Liga Europa 2017/18. Na tribuna do Gerland esteve Rober Fernández, secretário técnico da formação “blaugrana” que seguiu atentamente  a exibição do jogador de origem argelina que atuou durante 62 minutos. Para já, apesar do interesse ser cada vez maior, ainda não chegou uma proposta concreta ao gabinete do presidente Jean-Michel Aulas, líder máximo do Lyon.

Produto da base do Lyon, Nabil Fékir é indiscutivelmente um dos ativos mais valiosos do elenco do time francês. Fez a sua estreia com a camisa do time principal na temporada 2013/14, se assumiu como pela fundamental em 2014/15 – época em que foi eleito o melhor jovem do futebol gaulês -, mas uma grave lesão contraída no início da época 2015/16 afastou o jogador dos gramados durante bastante tempo, voltando a atuar com regularidade na última temporada, ao passo de participar em 49 jogos com a camisa do Lyon.

Esta temporada, o meia atacante já fez 12 gols em 15 partidas e esteve em evidência no último fim-de-semana, no “derby” entre o Saint-Étienne e o Lyon. O “OL” goleou a equipa “vert” no “derby” regional por cinco a zero e Nabil Fékir foi o autor de dois dos gols da sua equipa, festejando de forma polêmica… À Messi. Fékir tirou a camisa, ergueu-a na direção dos torcedores do Saint-Étienne – à imagem do que Messi fez no Santiago Bernabéu na temporada passada – e o seu ato precipitou uma invasão de campo que fez com que o jogo fosse interrompido durante alguns minutos.

A atravessar um grande momento de forma nesse primeiro terço da temporada europeia, Nabil Fékir foi convocado por Didier Deschamps para os compromissos da seleção francesa nessa pausa internacional, figurando como uma opção válida para a disputa da Copa do Mundo do próximo ano, na Rússia.

Boas Apostas!