O Barcelona anunciou esta tarde que acionou a cláusula de recompra de Gerard Deulofeu,  produto de “La Masia” que se prepara para retornar à “Cidade Condal”. A imprensa espanhola escreve que, ainda assim, a permanência em Camp Nou é um cenário pouco provável. Os ingleses do Everton possuíam o passe do jogador.

Foto: "David Ramos/Getty Images"

Foto: “David Ramos/Getty Images”

Em comunicado no seu site oficial, o Barcelona informou que acionou a cláusula de recompra que possuía sobre Gerard Deulofeu, estabelecida aquando da mudança do jogador para o Everton a título definitivo. Os “Blaugrana” informam que “nos próximos dias se efetivarão as condições necessárias para levar a cabo a operação, tanto com o Everton, como com o jogador”. A nota emitida pelo Barcelona não revela o valor em causa, porém, a imprensa internacional cita uma quantia a rondar os 12 milhões de euros. Os tablóides espanhóis escrevem que apesar da recompra, o jogador poderá não permanecer no plantel principal do Barcelona, até porque o próprio Gerard Deulofeu recentemente se declarou feliz no AC Milan, afirmando que não tencionava regressar ao Everton nem ao Barcelona. Por outro lado, a decisão final caberá a Ernesto Valverde, novo técnico que avaliará se há ou não espaço para o jogador no elenco.

Trajeto

Há algumas semanas que a imprensa catalã citava a possibilidade de Gerard Deulofeu voltar ao Barcelona, surgindo primeiramente como alternativa a Dembélé, jogador do Borussia Dortmund que à partida não deverá deixar o Westfalenstadion neste mercado de verão. Nascido em março de 1994 em Riudarenes, Gerard Deulofeu chegou a La Másia aos dez anos. Representou o time “Culé” durante todo seu trajeto de base, subindo degrau a degrau, desde os escalões mais baixos até atuar pelo Barcelona B e posteriormente com o time principal. A expetativa era alta e Deulofeu sempre foi apontado como um dos maiores talentos da famosa base do Barcelona, porém, sem espaço no time principal, rumou ao Everton na temporada 2013/14, atuando com regularidade na Premier League. Seguiu-se um regresso a Espanha para representar o Sevilha na época 2014/15, ainda a título de empréstimo, mas o atacante viajaria novamente para Inglaterra na temporada 2015/16 e com o mesmo destino: Goodison Park. Ao serviço dos “Toffees”, continuou a ser utilizado com regularidade, cumprindo mais de 30 jogos durante a época 2015/16. A primeira metade da última época também foi passada ao serviço do emblema da cidade de Liverpool, porém, uma proposta do AC Milan fez com que rumasse ao futebol italiano em janeiro. O sucesso caraterizou seu trajeto na Série A e, reconhecendo as boas prestações do jogador, Julen Lopetegui o inclui na convocação para os amistosos de “La Roja” com França – marcou na vitória por dois a zero – e Colômbia (2-2). Atualmente, está ao serviço da seleção sub-21 no Europeu da categoria que se disputa na Polónia e tudo indica que será titular esta sexta-feira, frente à Alemanha, na decisão da prova, com início marcado para as 15h45 (horário de Brasília).

Boas Apostas!