Depois de se destacar na última edição do Campeonato Brasileiro e de ajudar o Atlético Paranaense a ter a melhor defesa da competição, formando ao lado de Paulo André uma das melhores duplas de zaga do Brasileirão, o zagueiro Thiago Heleno finalmente acertou o seu futuro.

Thiago Heleno jogando pelo Atlético-PR.

Thiago Heleno jogando pelo Atlético-PR.

Depois de muita duvida sobre sua permanência no Atlético Paranaense, onde estava emprestado por um ano, o zagueiro de 28 anos acertou sua permanência no clube paranaense, acertando um contrato de três anos, válido até dezembro de 2020. O anúncio definitivo e oficial foi dado através do site oficial do Furacão, que publicou uma matéria anunciando a permanência do seu general, como ficou apelidado Thiago Heleno pela torcida atleticana. “O Atlético Paranaense acertou, nesta quinta-feira (12), a permanência do “General” Thiago Heleno no Clube. O defensor assinou contrato com o Rubro-Negro até dezembro de 2020”. A negociação conto ao futuro do jogador só foi fechada depois que resolvido um impasse com o Deportivo Maldonado, clube que detém os direitos econômicos do zagueiro. De acordo com o empresário do jogador, Giba Brasil, Thiago Heleno conseguiu rescindir seu contrato com o clube uruguaio e ficou livre para acertar com o Atlético.

Ainda segundo Giba, quem terá que pagar a multa rescisória por encerrar o contrato, a qual terá seu valor estipulado pela FIFA, terá que ser pago pelo próprio jogador ao Deportivo Maldonado. O contrato de empréstimo de Thiago Heleno com o Atlético Paranaense foi encerrado em dezembro de 2016, porém, antes mesmo de encerrar seu vínculo, o zagueiro e o clube já haviam demonstrado que queriam a permanência do jogador. Mas para isso, o Deportivo estava pedindo US$ 2,5 milhões (R$ 8 milhões) para ceder seu jogador, fazendo Thiago Heleno entrar na Justiça para rescindir seu contrato com o clube uruguaio.

Experiente zagueiro

Thiago Heleno jogando pelo Figueirense.

Thiago Heleno jogando pelo Figueirense.

O zagueiro Thiago Heleno iniciou sua carreira de jogador nas categorias de base do Cruzeiro, onde chegou em 1999 e foi revelado profissionalmente em 2006. Durante os quatro anos que jogou na equipe mineira, o zagueiro disputou 151, marcando cinco gols e ajudando o Cruzeiro na conquista do Campeonato Mineiro de 2006, 2008 e 2009, além do Campeonato Internacional de Verano de 2009. Depois de conseguir certo destaque na equipe mineira, Thiago Heleno despertou o interesse de outros clubes no futebol sul-americano, acertando sua transferência em 2010 para o Deportivo Maldonado, do Uruguai. Na equipe uruguaia, o jogador não conseguiu ter muito espaço, sendo emprestado no mesmo ano para o Corinthians. Na equipe paulista, o jogando teve sucessivas falhas e foi pouco aproveitado, disputando apenas cinco partidas e marcando um gol.

No ano seguinte, Thiago Heleno foi emprestado para o Palmeiras, onde conseguiu sua titularidade. Depois de bons resultados em 2011, o zagueiro tornou-se homem de confiança do treinador Luiz Felipe Scolari, sendo fundamental na conquista da Copa do Brasil daquele ano pela equipe paulista. Porém, por contra da má fase depois do título, que acabou resultando na queda do Palmeiras para a Série B do Campeonato Brasileiro, a diretoria paulista não renovou o contrato de Thiago Heleno, que deixou o clube com 70 partidas disputadas e cinco gols marcados. Já em 2013, o zagueiro foi emprestado para o Criciúma, onde teve poucas atuações, enquanto no ano seguinte foi para o Figueirense, onde conquistou duas vezes o Campeonato Catarinense, foi um dos destaques da equipe na campanha do Campeonato Brasileiro, chamando a atenção de grandes clubes brasileiros e sendo emprestado para o Atlético Paranaense em 2016, onde conquistou o Campeonato Paranaense.

Jovem contratação

Atacante Luis Henrique com a camisa do Atlético-PR.

Atacante Luis Henrique com a camisa do Atlético-PR.

Antes de acertar a permanência do experiente zagueiro Thiago Heleno no seu elenco, o Atlético Paranaense já havia acertado a chegada de jovem atacante Luis Henrique, revelação do Botafogo. A confirmação da contratação foi feita na última terça-feira (10) através do site oficial do Furacão. “O Atlético Paranaense acertou, nesta terça-feira (10), a contratação do atacante Luis Henrique. O jovem, de 18 anos, assinou com o Furacão até o final de 2018. O novo reforço atleticano já realizou os exames médicos no Clube e se apresenta com o restante do elenco na próxima quinta-feira (12)”. Destacando-se no Botafogo nos últimos anos, o atacante não renovou seu contrato com o Botafogo e ficou livre, sem custos, para acertar um vínculo de dois anos com o Atlético Paranaense, onde terá a oportunidade de disputar pela primeira vez a Copa Libertadores.

Em entrevista ao site do Atlético, Luis Henrique, que usará a camisa 9, falou sobre a oportunidade de ser treinado por Paulo Autuori, um dos grandes responsáveis pela bela companha paranaense no Campeonato Brasileiro. “Vários motivos me fizeram vir para o Atlético Paranaense. O fato de ser um dos maiores clubes do Brasil e a estrutura do Atlético foram fundamentais. Além disso, poder trabalhar com o Paulo Autuori. Já tinha ouvido falar muito bem dele e na troca de ideias que tivemos percebi que é realmente um cara sensacional”, afirmou o jogador de apenas 18 anos. Chegando ao Atlético, Luis Henrique terá uma forte concorrência, já que além de André Lima e Pablo, que atuaram em 2016 pela equipe, tem também Grafite, que foi contratado no fim do ano passado.

Boas Apostas!