Os 24 emblemas que integram o segundo escalão do futebol inglês entraram em cena no tradicional “Boxing Day” e, em época especial, a regra imperou: muita emoção e incerteza até os últimos instantes. Leeds e Norwich  estiveram envolvidos em jogos sensacionais.

Final de loucos em Elland Road

Foto: "PA"

Foto: “PA”

Sétima vitória consecutiva para o líder Leeds United no Championship 2018/19, desta vez de forma épica. Duas “viradas” no marcador e três gols para lá dos 90 em um encontro que fica para a história dessa edição do segundo escalão inglês.

Com cerca de 35 mil espetadores nas arquibancadas, o Leeds se adiantou no marcador pouco depois da meia hora, graças a um gol contra de Derrick WIlliams. O Blackburn viria a empatar no início do segundo tempo, na conversão de uma grande penalidade, e as grandes emoções estavam reservadas para a ponta final do desafio. Charlie Mulgrew, escocês que havia convertido a grande penalidade com sucesso, bateu o guardião do Leeds Bailey Peacock-Farrell de livre direto em cima do minuto 90 e causou o choque em Elland Road, dando vantagem ao seu time (1-2) à entrada para os acréscimos. No entanto, os comandados de Marcelo Bielsa não baixaram os braços e chegaram mesmo ao gol do empate no primeiro minuto dos acréscimos, com Kemar Roofe a encostar atirar para o fundo da baliza do espanhol David Raya. Cerca de três minutos depois, quando o apito final já se adivinhava, Kemar Roofe subiu mais alto que a zaga contrária e cabeceou para o 3-2 final, lançando a loucura entre os torcedores presentes em Elland Road, cada vez mais convencidos de que esse ano poderá ficar marcado pelo retorno ao “convívio entre os grandes”.

Mais um minuto houvesse…

Os adeptos do Norwich, segundo colocado do Championship, estiveram perto de receber uma prenda “envenenada” no “Boxing Day”. No entanto, bem ao estilo do Championship, foram da depressão ao êxtase em apenas alguns minutos. Em Carrow Road, diante do histórico Nottingham Forest, os “Canaries” estiveram por três bolas a zero, resultado que se registava à entrada para o último quarto de hora do desafio, mas ainda foram a tempo de resgatar um ponto.

O bósnio Mario Vrancic empatou o desafio a 13 minutos do final dos segundos 45, pouco tempo depois de Daniel Farke, técnico alemão, ter lançado Onel Hernández, jogador que viria a fazer a diferença. O atacante de 25 anos nascidos em Cuba faria um “bis” nos acréscimos (!), apontando o primeiro gol aos 45+4′ e o segundo aos 45+8′. Em apoteose com a grande recuperação para lá da hora, os torcedores do time local ficaram a lamentar que o jogo não se tivesse prolongando por mais uns minutos…

Play-off

Leeds United e Norwich Citye estão agora separados por três pontos e ocupam os dois primeiros lugares da classificação, postos que dão acesso direto à Premier League 2018/19. Os quatro lugares que permitem discutar a subida via “play-off” são ocupados por West Bromwich (venceu o Wigan, 2-0), pelo Sheffield United (venceu o Derby County, 3-1), Middlesbrough (perdeu com o Sheffield Wednesday, 0-1) e Derby County.

Descida

Já nos últimos três lugares seguem o Bolton Wanderers que nessa rodada venceu o Rotherham, o Reading, time que recentemente trocou de treinador, e o “lanterna vermelha” é o Ipswich Town, forte candidato à queda para a League One.

Boas apostas!