À atenção dos apostadores. Uma vez finalizada a fase de grupos da Liga dos Campeões 2018/19, a prova vai entrar em sua fase decisiva. Visando investimentos futuros nas eliminatórias que se avizinham, olhamos para os principais dados estatísticos da fase de grupos da competição.

Mais de 2.5 gols imperou

Foto: AP/Salvatore Di Nolfi

Foto: AP/Salvatore Di Nolfi

Em média, recorrendo aos mercados tradicionais de mais/menos 2.5 gols, se verifica que nessa Liga dos Campeões, em 96 partidas (275 gols), a tendência foi para o mais. Se registou uma média de 2,86 gols por cada jogo disputado e quem mais contribuiu para esse registo foi mesmo o campeão francês com 17 gols. Nesse mesmo grupo, partilhado pelos gauleses, pelos ingleses do Liverpool, pelos italianos do Nápoles e pelos sérvios do Estrela Vermelha, esteve também a defesa mais batida, precisamente a do histórico jugoslavo, com tantos tentos encaixados quanto aqueles que foram marcados pelo PSG (17). O encontro que envolveu mais gols colocou precisamente frente a frente o Estrela Vermelha e o PSG, em uma partida que ficou sentenciada com um triunfo francês por sete a um. Ainda assim, a maior goleada se verificou no embate entre o campeão inglês Manchester City e o detentor do título ucraniano, o Shakhtar Donetsk (6-0):

Artilheiro

A relação de Robert Lewandowski com a diretoria do Bayern tem sido algo tenebrosa ao longo dos últimos anos e, não raras vezes, o atacante polonês ameaçou deixar o clube. A verdade é que se tem mantido na Baviera e, nessa fase de grupos, foi o jogador com mais gols marcados, nada mais nada menos que oito.

Invictos e desafortunados

O time que mais vitórias somou nessa fase de grupos foi a equipe portuguesa do FC Porto, com cinco triunfos em cinco jogos. Os “dragões” partilharam o grupo com Schalke 04, Galatasaray e Lokomotiv de Moscovo e somaram 16 pontos, registo que não foi igualado por nenhum outro time. Tal e qual como os portistas, mais quatro times não averbaram derrotas nessa fase de grupos, nomeadamente as formações de Barcelona, Bayern de Munique, Ajax e Lyon. Bayern e Ajax integraram o mesmo grupo e empataram ambos os confrontos entre si, ao passo que o Lyon não se deixou bater mesmo estando no grupo do Manchester City.

Os atenienses do AEK, campeões gregos em título que atravessam uma crise tanto diretiva, foram os únicos a abandonar a competição sem qualquer ponto conquistado – foi o 21º time a abandonar a prova sem nenhum ponto alcançado. Nessa lista de piores desempenhos na atual temporada da Liga dos Campeões, o Mônaco surge logo a seguir com apenas um ponto conquistado, time que foi talvez a maior desilusão dessa edição da prova.

Boas apostas!