O atacante alemão Serge Gnabry, de apenas 21 anos, foi um dos grandes destaques da seleção olímpica da Alemanha, que foi vice-campeã, perdendo para o Brasil nos pênaltis na grande final. O jogador pertencia ao clube inglês Arsenal, o qual havia emprestado o jovem jogador para outro clube inglês, o West Bromwich. O jogador se destacou fazendo seis gols nos jogos olímpicos do Rio 2016 e chamou a atenção de vários clubes europeus, entre eles o clube alemão Werder Bremen, o qual fechou a negociação com o Arsenal.

Serge Gnabry em sua apresentação com a camisa do Werder Bremen.

Serge Gnabry em sua apresentação com a camisa do Werder Bremen.

O jogador deixou o time de Londres sentido a Alemanha, o atleta realizou exames médicos e assinou com o Werder Bremem até 2020 por uma quantia de £ 5 Milhões (R$ 21,7 Milhões). A negociação chamou a atenção pelo fato de o jogador ter preferido o Werder Bremen ao Bayern de Munique. A imprensa especula que o jovem jogador foi influenciado pelos jogadores Mesut Ozil e Per Mertesacker, ambos do Arsenal, que fizeram muitos elogios ao Werder Bremen e aconselharam o jovem a ir para o clube alvi-verde. “Estou ansioso para jogar em Bremen. É muito importante para mim acertar com um clube onde posso mostrar meu futebol, ter perspectiva e ganhar ritmo de jogo. Os diretores do Werder trabalharam duro para me contratar, tenho certeza de que vou dar muito certo por aqui”, disse Gnabry em entrevista ao site oficial do clube.

O clube Werder Bremem terminou a temporada passada na décima terceira colocação,apenas garantindo a permanência na Bundesliga (Campeonato Alemão)elite do futebol alemão. O clube já conquistou a Bundesliga por quatro vezes, além de ter sido campeão por seis vezes da DFB Pokal, três vezes a Liga Pokal, três vezes a Super Copa e um vice-campeonato da Liga Europa em 2008/09.

Vice-campeão Olímpico

Serge Gnabry comemorando um de seus gols nas olimpíadas do Rio 2016.

Serge Gnabry comemorando um de seus gols nas olimpíadas do Rio 2016.

O jovem atacante vive um bom momento na carreira, poderia ser melhor se tivesse sido campeão olímpico, porém uma medalha de prata olímpica, perdendo para o Brasil que jogou em casa, é uma conquista considerável. Sua participação na campanha da seleção olímpica da Alemanha nas olimpíadas do Rio 2016 foi bastante importante. Serge Gnabry foi o artilheiro da seleção da Alemanha com seis gols marcados, juntamente com o outro atacante Nils Petersen de 27 anos, este incluído entre os atletas com mais de 23 anos.

Serge Gnabry, que atua na seleção da Alemanha desde seus 16 anos, atuou nas olimpíadas do Rio 2016 efez seus seis gols em oportunidades diferentes, o atacante fez um gol no empate em 2×2 contra a seleção do México, dois gols no empate em 3×3 contra a Coréia do Sul e dois gols na goleada por 10×0 contra a seleção de Fiji, os três jogos válidos pela fase de grupos da competição. O jogador ainda marcaria gol nas quartas de final, na vitória por 4×0 diante da seleção de Portugal. Porém não conseguiria mais marcar gol na competição, nem na semifinal contra a Nigéria, nem no tempo normal da final contra o Brasil. Serge Gnabry ainda marcaria um gol na disputa por pênaltis na grande final, o atleta foi o segundo a cobrar e conseguiu marcar o seu, porém o goleiro brasileiro Weverton defenderia a  quinta cobrança, justamente batida pelo atacante mais experiente da Alemanha, Nils Petersen, que também marcou seis gols na competição, juntamente com Serge Gnabry.

Alguns artilheiros olímpicos

A artilharia em uma olimpíada é um fato importantíssimo, vários jogadores na história já mostraram que não é para qualquer um ser o artilheiro de uma olimpíada. Para comprovar esta tese e para podermos relembrar quem foram os artilheiros das olimpíadas anteriores, vamos fazer uma lista dos últimos dez artilheiros do futebol masculino nos jogos olímpicos, lembrando que em algumas edições tivemos mais de um artilheiro. Contando com essa regra, vamos relembrar os artilheiros desde os jogos olímpicos de Seul em 1988, quando a seleção brasileira conquistou a medalha de prata e o baixinho Romário foi o artilheiro da competição com 7 gols marcados.

1988 – Olimpíadas de Seul – Romário – 7 gols

1992 – Olimpíadas de Barcelona – Andrzej Juskowiak – 7 gols

1996 – Olimpíadas de Atlanta – Bebeto e Hernán Crespo – 6 gols cada

2000 – Olimpíadas de Sidney – Iván Zamorano – 6 gols

2004 – Olimpíadas de Atenas – Carlos Tevez – 8 gols

2008 – Olimpíadas de Pequim – Giuseppe Rossi – 4 gols

2012 – Olimpíadas de Londres – Leandro Damião – 6 gols

2016 – Olimpíadas do Rio – Nils Petersen e Serge Gnabry – 6 gols cada.

Boas Apostas!