O título belga voltou a ser erguido pelos homens que vestem de lilás. O Anderlecht celebrou o seu 34º título de campeão nacional na noite desta quinta-feira.

Foto: "AP"

Foto: “AP”

Na Bélgica manda o Anderlecht. O tradicional emblema de Bruxelas conquistou seu 34º título de campeão, aumentando a vantagem sobre o Club Brugge (14), perseguidor mais direto e campeão na época 2015/16. Após duas épocas sem erguer o troféu – celebraram Gent e Club Brugge -, o Anderlecht voltou a se superiorizar aos demais concorrentes. Na penúltima jornada do “play-off” de apuramento do campeã, uma vitória em Charleroi por três a um, conjugada com uma derrotada do “vice” Club Brugge na ida a Oostende (2-1), permitiu conquistar o primeiro e único troféu nessa temporada.

Na Bélgica, os seis primeiros colocados da fase regular se classificam para o “play-off” de apuramento do campeão, disputado a dez rodadas. Em nove jogos na derradeira fase, o Anderlecht só perdeu uma vez – 0-1 frente ao Charleroi, em casa – e celebrou o título com antecedência por ostentar uma vantagem de sete pontos para o Club Brugge quando falta disputar apenas uma rodada. Neste derradeiro percurso rumo à conquista do título, destaque para a consistência defensiva do Anderlecht, time que sofreu apenas quatro gols em nove jogos, algo pouco comum no ofensivo futebol belga. Comparativamente aos cinco concorrentes, o Anderlecht teve menos de metade dos golos sofridos que qualquer um deles.

O jogo que culminou com a consagração do Anderlecht nem começou particularmente bem para o time treinado pelo súiço René Weiler. Aos 27 minutos, Chris Bedia adiantou o Charleroi no marcador. Já no segundo tempo, Lukasz Teodorczyk, internacional polaco e artilheiro da Jupiler Pro League, marcou por duas vezes, antes de Massimo Bruno selar o resultado e proporcionar a conquista do título ao seu time.

Na próxima rodada, o Anderlecht terá a oportunidade de disputar o jogo da consagração perante os seus torcedores, no tradicional Van den Stock, frente ao Oostende. O duelo mais aliciante da derradeira rodada será o Club Brugge – Gent. Para o time da casa, um empate será suficiente para estarna 3ª pré-eliminatória de acesso à fase de grupos da Liga dos Campeões, enquanto ao Gent só a vitória interessa.

Percurso interessante na Europa

O título de campeão permite ao Anderlecht entrar de forma direta na fase de grupos da Liga dos Campeões 2016/17. No início da época que agora finda, o Anderlecht foi incapaz de ultrapassar a terceira pré-eliminatória, caindo frente aos russos do FK Rostov. Na Liga Europa, o percurso foi bem mais interessante. Terminou no segundo posto do grupo C com apenas menos um ponto que o Saint-Étienne, eliminou o Zenit de São Petersburgo nas 16 avas, bateu o APOEL nas oitavas e caiu nas quartas frente ao finalista Manchester United de José Mourinho, mas não sem forçar os “Red Devils” à disputa do prolongamento.

“Jóia da coroa” pode sair

Produto da base do clube, Youri Tielemans se estreou no time sénior do Anderlecht aos 16 anos e aos 20 é um dos elementos mais destacados (e cobiçados do time). Nos últimas dias, a imprensa belga deu como certa a transferência do jovem meia para o Mónaco, atual campeão francês. O ganês Frank Acheampong também tem mercado e poderá sair graças às suas boas atuações na Liga Europa. Lukasz Teodorczyk é outro jogador que poderá abraçar um novo desafio na temporada que se avizinha. Valorização dos ativos como consequência do sucesso.

Boas Apostas!