A derradeira rodada da Ligue 2 2016/17 prometia um final de loucos. Os acontecimentos da noite desta sexta-feira corresponderam à melhor das expetativas e em França ninguém ficou indiferente a um dia em que as decisões foram levadas até suas últimas consequências. No final, Amiens e Estrasburgo celebraram o acesso à Ligue 1.

Foto: "AFP"

Foto: “AFP”

À entrada para a última rodada do segundo escalão francês, seis times lutavam por três lugares, dois de subida direta e um que dava direito a disputar o “play-off” com um dos piores colocados da Ligue 1. Uma década depois de ter abandonado a elite, o Racing Club de Estrasburgo  garantiu o retorno ao principal escalão do futebol gaulês. Dependendo apenas de si mesmo para garantir a promoção e a conquista da segunda liga, o emblema que representa a cidade francesa na vizinhança da Alemanha assegurou sua segunda subida consecutiva, uma vez que ainda na temporada passava disputava o terceiro escalão, sempre com o apoio da sua entusiástica torcida. Uma vitória por duas bolas a uma no terreno do Bourg-Perónnas foi o suficiente para assegurar o acesso direto na condição de campeão do escalão. A vitória permitiu ao Estrasburgo terminar na primeira posição com apenas, imagine, três pontos de vantagem em relação ao 6º classificado, em uma situação totalmente fora do comum. Nessa rodada, todos os seis times que permaneciam envolvidos na luta pelo acesso venceram seus jogos, pelo que a classificação não sofreu alterações.

Nesta briga a seis disputada no gramado mas sempre de ouvido colado ao que se disputava nos demais campos pela França fora, foi no terreno do Amiens que aconteceu o “milagre” da noite, em um final absolutamente épico, à altura do feito alcançado por um time que colocou o emblema pela primeira vez na Ligue 1 em mais de 100 anos de história. O emblema que terminou na segunda posição da competição e conquistou o acesso direto viajou até ao Auguste Delaune para enfrentar o Stade de Reims, time que na época passada atuava na Ligue 1. O gol que garantiu a promoção do Amiens foi marcado por Emmanuel Bourgaud – jogador que tinha entrado na partida aos 38 do segundo tempo – ao sexto minuto dos acréscimos, escrevendo a mais bela página da história do modesto time fundado em 1901.

Porém, a emotividade não se restringiu à partida disputada em Reims. O Troyes, relegado no final da última época, também foi protagonista nessa rodada, mesmo sem ter conseguido o acesso direto, permanecendo na terceira posição que dá direito a disputar um “play-off” com o 18º colocado da Ligue 1, time a definir. O Troyes esteve a perder por dois a zero no terreno do Sochaux mas conseguiu uma “remontada” no placard com três tentos no segundo tempo, marcando o terceiro gol do desafio ao minuto 88. Na altura em que a torcida do Troyes celebrou o gol de Adama Niané, a vitória permitiria terminar na segunda posição e subir diretamente à Ligue 1… Entretanto, o gol do Amiens nos acréscimos relegou o Troyes para o terceiro posto, inviabilizando o acesso direto.

Boas Apostas!