Noite de confirmações para as seleções de Alemanha e Inglaterra, as mais recentes apuradas para a Copa do Mundo 2018. Na noite de quinta-feira (5), venceram seus compromissos e carimbaram os respetivos passaportes para a Rússia.

Foto: "PA"

Foto: “PA”

A história desse grupo C de qualificação para a Copa do Mundo 2018 é a de um domínio avassalador por parte da Alemanha, campeã do mundo em título que não deu a mínima chance à concorrência de lutar pelo primeiro lugar e respetivo apuramento direto. Na penúltima rodada do grupo, surgiu a confirmação pela qual todos esperavam: a Alemanha somou a nona vitória em outros tantos jogos e garantiu seu lugar na fase de grupos. Em noite de deslocação a Belfast para enfrentar a Irlanda do Norte, principal adversário nesse grupo C, a formação germânica deu mais uma prova da sua força e levou a melhor com gols de Sebastian Rudy, Sandro Wagner e Joshua Kimmich, sendo que ao intervalo já vencia por dois a zero. O gol do time local foi apontado já em período compensatório, por Josh Magennis. A “máquina” alemã fez 38 golos em nove jogos e sofreu apenas três, registo que demonstra a diferença significativa em relação aos concorrentes.

A seleção da Irlanda do Norte, presente no Euro 2016, terminará sua participação no segundo lugar e terá que disputar o “play-off” de acesso à Copa do Mundo. Para trás ficam República Checa, Noruega, Azerbaijão e San Marino.

Kane aponta o caminho

Em Wembley, a prestação da seleção inglesa foi quase tão cinzenta quanto o céu londrino, com a honra a ser salva por um jogador que conhece muito bem o relvado do mítico palco inglês, ou não tivesse já ali disputado várias partidas relativas à Liga dos Campeões com o “seu” Tottenham. Já no tempo extra do encontro entre a Inglaterra e a Eslovénia, quando vários torcedores já se encaminhavam para a saída do estádio, Harry Kane o gol que derrotou a Eslovénia (1-0) e deu a qualificação para a Copa do Mundo 2018 aos “three lions”, cumprindo o grande objetivo da noite de quinta-feira.

O gol de Kane deixou em Wembley em polvorosa e, por muito estranho que possa parecer atendendo à rivalidade entre as duas seleções, terá sido igualmente celebrado… Na Escócia. No Hampden Park, em Glasgow, um gol contra deu a vitória à Escócia diante da Eslováquia, permitindo à “Tarten Army” assumir a segunda posição do grupo, ao mesmo tempo que “ganhou” três pontos à Eslovénia, adversária na derradeira jornada dessa fase de qualificação. O “play-off” pode muito bem ser uma realidade para a seleção treinada por Gordon Strachan.

Para além de Alemanha e Inglaterra, as mais recentes classificadas para o Mundial 2018, estão já apuradas as seleções de Bélgica, Brasil, México, Irão, Arábia Saudita, Japão, Coreia do Sul e, claro está, a anfitriã Rússia.

Boas Apostas!