O mercado em Itália continua a fervilhar e o AC Milan poderá voltar a ser protagonista em uma grande transferência. O emblema “rossonero” continua a reforçar seu elenco para o ataque à nova temporada e ao que tudo indica estará disposto a realizar um investimento histórico para assegurar os serviços do meia sérvio Milinkovic-Savic.

Foto: "Getty Images"

Foto: “Getty Images”

A informação avançado pelo portal “Calciomercato” está a a fazer eco na imprensa internacional e não é para menos. Segundo os mídia italianos, estará em causa uma proposta que poderá rondar os 110 milhões de euros (R$485 milhões). Vale lembrar que Milinkovic-Savic já foi colocado na mira de Chelsea, Real Madrid e Juventus e se a mudança de Miralem Pjanic para os “merengues” se efetivar, hipótese que tem sido colocada nos últimos dias, não seria de estranhar que a “Vecchia Signora” investisse em Savic. Para já, tudo indica que é o AC Milan quem lidera a corrida pelo jogador de 22 anos cujo passe pertence aos romanos da Lazio. O jogador representou a seleção da Sérvia na fase final da Copa do Mundo 2018.

Contornos da negociação

O AC Milan está sob supervisão da UEFA derivado de uma situação recente de incumprimento do “fair-play financeiro” que chegou a colocar em causa a participação do clube na Liga Europa dessa temporada – posteriormente, os tribunais deram razão aos responsáveis do time “rossonero”. Pata contornar as imposições do mecanismo da UEFA, tudo indica que o AC Milan se prepara para oferecer uma quantia a rondar os 40 milhões de euros para garantir o jogador a título de empréstimo, se estabelecendo uma cláusula de compra obrigatória de 70 milhões de euros que seria acionada no final da época.

Para além dos milhões envolvidos na negociação, em Itália se escreve que o atacante Fabio Borini também poderia estar incluído nessa negociação.

Mais um reforço no horizonte

A contratação de Cristiano Ronaldo aparenta ter aberto uma espécie de precedente no futebol italiano, levando os principais clubes do Calcio a “abrirem os cordões à bolsa” para reforçarem seus elencos. No caso do AC Milan, tal e qual como na época passada, a diretoria não tem poupado esforços para proporcionar as melhores condições ao técnico Gattuso. Gonzalo Higuaín, Mattia Caldara, Bakayoko, Ivan Strinic, Alen Halilovic e Pep Reina são os jogadores já garantidos pelos milaneses para abordar essa temporada 2018/19. Esse seria o segundo grande reforço “rossonero” para o setor intermediário, isso depois de ter adquirido o gaulês Bakayoko aos londrinos do Chelsea.

Boas Apostas!