O famoso fator casa é algo real e que com toda certeza merece a atenção de todos os apostadores. Muitas vezes é nítido ver desde a mudança tática até a forma mais agressiva da equipe jogar como mandante ou visitante, as mudanças acontecem com uma formação tática que pode variar de um 4-4-2 como visitante e um 4-3-3 como mandante, com uma marcação mais adiantada no campo do adversário, com meias de marcação substituídos por meias de criação ou até uma mudança extremamente agressiva nos momentos finais no caso do mandante ainda não ter conseguido estar na frente do placar, nestes casos a equipe pode se tornar extremamente ofensiva em busca da vitória em sua casa.

Além disto é claro que existe o fato da torcida cantar e apoiar a equipe nas arquibancadas, muitas torcidas ao redor do mundo são conhecidas por empurrarem o seu time durante os 90 minutos de partida. Outro destaque do fator casa é que a equipe mandante conhece seu campo e esta acostumado com inúmeros jogos em seu estádio, é comum em campos muitos grandes ou muito pequenos, se perceber que a equipe mandante se adapta melhor. Outro importante fator é o psicológico, o jogador sabendo que esta atuando em casa e com todas esses benefícios, desde conhecer melhor o campo até o apoio das arquibancadas, tudo isto gera mais confiança que consequentemente traz mais vitórias e assim deixa o time cada vez mais confiante e perigoso dentro de sua casa. É claro que existem equipes muito fracas que mesmo como mandantes perdem inúmeros jogos, mas este tutorial tem como objetivo destacar os bons times e suas atuações como mandantes, o que pode ser uma ótima combinação para conquistarmos apostas vencedoras.

Análise do fator casa no Brasileirão Série A

Sabemos que o último campeão brasileiro é a equipe do Corinthians que terminou seguido do Atlético Mineiro. Utilizaremos os dados desta liga para se provar como o Fator casa é real e importante no futebol.

Corinthians

O Corinthians fez um excelente campeonato, com apenas 5 derrotas em todo o torneio. Somou mais novo empates e conquistou vinte e quatro vitórias, mesmo com quase todos os jogos com apresentações impecáveis, veremos que o fator casa nos mostra diferenças na jornada da equipe.

Corinthians em casa: 16 Vitórias, 2 Empates e 1 Derrota (Importante se destacar que a derrota foi contra o Palmeiras, o qual além de ser uma equipe extremamente forte, estava lutando também pelo título e foi o vencedor da Copa do Brasil), portanto a equipe conquistou como mandante 50 pontos dos 81 totais na competição. O Corinthians como mandante marcou 41 gols em um total de 71 e sofreu 11 gols em um total de 31. Isto representa:

  • 57.7% dos gols marcados foram como mandante
  • 35.5% dos gols sofridos foram como mandante
  • 61.7% dos pontos conquistados foram como mandante

Mesmo com uma época memorável, como visitante o Corinthians teve 8 vitórias, 7 empate e 4 derrotas. Pelo fato do Corinthians ter ganho a maioria das partidas, estes números não são ainda tão surpreendentes, seria semelhante comparar jogos do Real Madrid ou Barcelona que vencem a maioria das partidas como mandante e visitante, onde então não se encontra tanta diferença já que a equipe ganha quase todas as partidas independente de jogos em casa ou fora. Importante destacar que em campeonatos mais competitivos como por exemplo o Brasileiro, o fator casa é algo extremamente desequilibrador.

Atlético Mineiro

Atlético Mineiro em casa: 13 Vitórias, 2 empates e 4 derrotas (Derrotas com Corinthians (o campeão), Grêmio, Cruzeiro e Atlético Paranaense). A equipe somou 41 pontos como mandante em um total de 69, marcou 36 gols em um total de 65 e sofreu 20 gols em um total de 47. Isto representa:

  • 56% dos gols marcados como mandante
  • 42.5% dos gols sofridos como mandante
  • 59.4% dos pontos conquistados foram como mandante

O Atlético Mineiro teve uma prestação muito positiva enquanto mandante, apesar de ter sofrido a maioria dos gols como mandante, isto reflete os vários gols que a equipe fez e goleadas conquistadas o que faz com que naturalmente quando um jogo esta sendo ganho facilmente por 3X0 ou 4X0 então a equipe adversária faça um gol. Mas o Atlético Mineiro nos mostra a grande diferença, enquanto como mandante massacrou com 13 vitórias em 19 jogos, como visitante conquistou 8 vitórias em 19 jogos. Aqui fica um belo exemplo de como até uma grande equipe como o Atlético Mineiro que sempre esta entre os destaques do futebol Nacional, mesmo assim tem grande diferença nas atuações como mandante e visitante.

Conclusão

Aqui foi escolhido dois times grandes do futebol brasileiro da atualidade e até foi dado como exemplo o Real Madrid e Barcelona que muitas vezes o fator mandante e visitante não tem tanta diferença já que o predomínio dos grandes é muito comum, porém mesmo assim sempre mesmo estes gigantes tem melhor desempenho em casa.

Porém devemos ficar atentos e saber que o fator casa serve para todas as equipes (com exceção de um time muito fraco, ou de um mediano quando enfrenta um gigante), mas em qualquer liga do mundo o fator casa é predominante e assim pode ser aproveitado. Com os gigantes uma dica seria, em jogos como mandante se o gigante sair perdendo, aposte na virada ou na dupla possibilidade “mandante ou empate” é claro isto se ainda tiver vários minutos de jogos para a reação, senão tiver nenhum jogador expulso, etc.

Estas são equipes que nos permitem ter grande confiança ainda mais como mandantes. É de extrema importância ter o fator casa ao nosso lado nas apostas, junto com nossa torcida e nosso dinheiro investido estará um grande histórico nos acompanhando, os adeptos empurrando o time, o psicológico em alta da equipe e um time naturalmente mais agressivo.

Boas Apostas!